Grupo 1- Rosane Pinho

Etapa 4 – Atividade 3 15/06/2016

1.Como integrar ferramentas colaborativas em sistemas já existentes em unidades de informação?

As ferramentas colaborativas são softwares que auxiliam no desenvolvimento de tarefas realizadas por um grupo, o qual busca, por meio do trabalho coletivo, cumprir um projeto ou um objetivo em comum. A partir da produção coletiva proporcionada por tais ferramentas, é possível compreender que novas formas de cooperação, construção do conhecimento, inteligência coletiva e atividades de colaboração podem ser potencializadas. O suporte ao trabalho em grupo acontece na superação de limitações geográficas e temporais, de modo que o partilhar de informações possa ocorrer a qualquer tempo e lugar, dinamizando o processo de tomada de decisões. Em geral, essas ferramentas permitem a comunicação através de chat, vídeo, áudio-conferência, ou uma combinação desses recursos. Como apoio à produção coletiva, algumas ferramentas oferecem ainda possibilidades de interação por meio de funcionalidades de texto, quadro branco, diagramas, desenhos ou apresentações. A seguir, algumas ferramentas colaborativas. 

Ferramentas de comunicaçãoÁudio e Videoconferência – Skype, ICQ.

Ferramentas de escritaGoogle Docs, Wikispace, Twiki,

Ferramentas de gruposGoogle grupos, Yahoo grupos, Windowslive.

Ferramentas de publicação de áudio e vídeoGoogle vídeo, Youtube, Teachertube,

O Prezi é uma ferramenta de apresentação que usa a Web como plataforma e permite a construção colaborativa. É interessante como ferramenta de reunião da equipe.

O Google Docs (http://docs.google.com) permite a interação e o intercâmbio de ideias, a possibilidade de trocar informações, interferir nos processos de construção do conhecimento e um cenário de coparticipação e coautoria. A suíte de aplicativos do Google Docs proporciona recursos de colaboração avançados. Projetada para compartilhar arquivos e fazer produções em equipe, a suíte funciona inteiramente no ambiente virtual em tempo real. No editor de textos é possível ver as colaborações dos editores, que compartilham com várias pessoas a produção de um mesmo documento. Em paralelo, outros recursos apoiam a comunicação e a interação do grupo, como a bate-papo, ou ainda, o espaço colaborativo para desenhos e ilustrações, entre outros.

2.Que tipo de serviços inovadores para unidades de informação podem ser gerados com este tipo de ferramenta?

Serviços do tipo blog podem auxiliar o trabalho do profissional e de equipes de trabalho de muitas formas. Como muitas bibliotecas universitárias o Google Docs funciona como editor de textos, na construção do Biblionotícias, que adota as seguintes sessões:

  • Homenagem aos funcionários que trabalham na Biblioteca,
  • Aniversariantes do mês, uma forma de lembrar de todos colaboradores,
  • Palavra do usuário – recebidos por e-mail durante o mês corrente;
  • Dicas de motivação, que podem favorecer ao bem estar físico e psicológico dos leitores,
  • frase de efeito para incitar a reflexão dos leitores.

 

Referencias:

LOPEZ, R.A. Ferramentas colaborativas. Rio Grande do Sul, Marco de 2012. Disponível em: https://www.blogger.com/profile/07531965485096543981. Acesso em:19 /06 /2016.

MARTINS, Camila Quaresma. Gestão do Conhecimento Para Serviços de Informação: Análise de Produtos e Serviços Inovadores em Bibliotecas Universitárias. Biblos: Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, Pelotas, v. 26, n. 1, p.9-30, 2012. Disponível em: <https://www.seer.furg.br>. Acesso em: 19 jun. 2016. 

LIMA, Diana Maria Flor de; BEZERRA, Fabíola Maria Pereira; QUEIROZ, Nirlange Pessoa de. ESCRITA COLABORATIVA NA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA: O USO DO GOOGLE DOCS NA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO. DOCPLAYER, Ceará, p.1-11, 2011. Disponível em: <http:docplayer.com.br>. Acesso em: 21 jun. 2016.

Grupo 1 – Rosane Pinho

Atividade 1

Como esclarecer os usuários de uma Unidade de Informação sobre tópicos relacionados a Crimes Cibernéticos e Segurança da Informação? Escreva alguns parágrafos que tratem desta questão e que sejam direcionados a usuários

Crimes virtuais são os delitos praticados por meio da Internet que podem ser enquadrados no Código Penal Brasileiro. Os infratores estão sujeitos a penas previstas em Lei e devem ser denunciados.  São eles:

  • Ameaça
  • Difamação, injúria e calúnia.
  • Discriminação
  • Estelionato
  • Falsa identidade
  • Phishing (quando informações particulares ou sigilosas, como CPF, senha de acesso são capturadas para depois serem usadas).
  • Pirataria

Fundamentalmente a Segurança da Informação está calcada em três princípios básicos: Confidencialidade, Integridade e Disponibilidade.

Confidencialidade, diferente de ser um segredo ou algo inacessível, é um conceito no qual o acesso à informação deve ser concedido a quem de direito, ou seja, apenas para as entidades autorizadas pelo proprietário ou dono da informação.

Já o conceito de Integridade está ligado à propriedade de manter a informação armazenada com todas as suas características originais estabelecidas pelo dono da informação, tendo atenção com o seu ciclo de vida (criação, manutenção e descarte).

E por fim, o conceito de Disponibilidade deve garantir que a informação esteja sempre disponível para uso quando usuários autorizados necessitarem. 

Atividade 2

Efetue uma pesquisa na Internet e procure artigos, notícias e informações a respeito de SISTEMAS BIOMÉTRICOS e CRIPTOGRAFIA DA INFORMAÇÃO

Um sistema biométrico consiste em um conjunto de hardware e software para o reconhecimento de padrões, que opera através da aquisição automática das informações biométricas, extraindo um modelo a partir dessas informações e esse modelo será armazenado e utilizado para as comparações, ou seja, em uma primeira fase, amostras da característica biométrica são recolhidas, transformadas em um modelo e armazenadas e, em uma segunda etapa, uma amostra da característica biométrica é recolhida e comparada com as previamente armazenadas para ser possível chegar na identidade do indivíduo.

criptografia contem a identificação do usuário, que junto com uma senha garantirá a verificação da autenticidade

 Escreva alguns parágrafos propondo uma política para uma Unidade de Informação que contenha Controles Físicos e Controles Lógicos para proteger a Informação

Controle de acesso físico:

Pode ser compreendido como o tipo de sistema que torna o acesso físico a uma determinada área, como, por exemplo, um prédio, uma sala, uma empresa, uma casa, um contêiner etc.

Pode ser feito por diversas maneiras:

  • Através de pessoas: um guarda, segurança ou mesmo um recepcionista;
  • Através de meios mecânicos: chaves e fechaduras;
  • Através de meios tecnológicos: sistemas baseados em cartões de acesso.

Controle de acesso lógico:

Um exemplo bastante comum de controle de acesso lógico é o famoso “login” que realizamos em computadores, num processo denominado Identificação e Autenticação.

 

Referencias:

REIS, Bianca. Direito do Consumidor. Disponível em: <https://portaldoconsumidor.wordpress.com/2013/07/01/voce-sabe-o-que-e-um-crime-virtual/>. Acesso em: 15 jun. 2016.

MAIA, Marco Aurélio. Modulo. Disponível em: <http://segurancadainformacao.modulo.com.br/seguranca-da-informacao>. Acesso em: 15 jun. 2016.

CAETANO, Gecileia Aparecida; SOUZA, Prof.ms Marta Alves de; COSTA, Prof.ms Helder Rodrigues. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO: um estudo a partir dos Crimes Virtuais. Revista Pensar, Minas Gerais, p.1-15, 2014. Disponível em: <http://revistapensar.com.br/tecnologia/pasta_upload/artigos/a78.pdf>. Acesso em: 15 jun. 2016.

 

Grupo 1 – Rosane Pinho

Atividade 1

Escreva 1 (um) ou 2 (dois) parágrafos descrevendo como você estruturaria um portal informativo para a sua Unidade de Informação

A biblioteca virtual tem como objetivo disponibilizar ferramenta de Busca para pesquisa a todos os seus usuários que procuram por informações, notícias, formação a distância, entrevistas, etc.  Para acessar esse serviço o usuário deve se cadastrar informando seu e-mail, número de matricula e senha. O portal, além da busca e do menu oferece uma galeria dos diversos conteúdos informativos ao que se propõe a Unidade de Informação – trata-se de elementos individuais compostos por imagens, textos e links.

Atividade 2

1.Escreva cerca de 3 linhas contendo suas impressões a respeito do mesmo

MiniBiblio – Software para Windows com Licença Gratuita (Donationware). Possui uma interface intuitiva, limpa e de fácil utilização pelo usuário. Ótimo para a organização e controle de acervos pessoais: livros, revistas, manuais, vídeos etc.

BookDB – A interface e as funções são simples e autoexplicativas. Tem a opção de se usar em língua portuguesa, por isso se torna mais acessível às pessoas. O seu layout é simples e pouco atrativo.

Biblioteca Fácil – Possui layout simples de fácil acesso, porem não são destinados a usuários leigos em informática, precisa ter um curso básico para utilização dos programas

BiblioExpress – Software gratuito para Windows. Serve para gerenciar pequenos acervos com eficiência (livros, revistas e o que quiser). Possui também cadastro de usuários. Possui recursos de relatórios, estatísticas etc. Ê todo em inglês.

Escolha 2 (dois) programas. Considere que você trabalha como representante comercial dos mesmos. Desta forma, para cada um deles:

Escreva uma lista com 20 razões pela qual um cliente deveria comprá-lo (uma frase para cada razão)

MiniBiblio

  1. MiniBiblio possui integração de todas as funções da biblioteca
  2. Seu Software e em lingua portuguesa
  3. tem acesso via internet
  4. possui Compatibilidade com o formato MARC
  5. possui Armazenamento e recuperação de documentos digitais em diversos formatos.
  6. possui Controle da lista de aquisições.
  7. possui Controle da modalidade de aquisição (doação, compra, permuta)
  8. Permite imprimir em html.
  9. Permite mudar cores e ícones para personalizar o visual do utilitário
  10. Possui Geração de etiquetas
  11. Possui Geração de etiquetas para lombada com o número de chamada
  12. possui Atualização on-line.
  13. possui Controle do processo de empréstimo
  14. possui Cadastro de usuários.
  15. possui registro de empréstimo e devolução de material
  16. tem como Pesquisar nos campos de autor, título, assunto, palavra-chave e todos os campos.
  17. possui Interface única de pesquisa
  18. possui menus com atalhos.
  19. tem como Visualizar os registros recuperados
  20. permite a visualização e alteração dos dados referentes aos campos armazenados automaticamente conforme a publicação de elementos na base.

Biblioteca Fácil

  1. Informação do acervo por editora
  2. Relatório dos itens emprestados
  3. Historico dos empréstimos por leitor
  4. emissão de etiquetas com código de barras
  5. emissão da carteirinha do leitor
  6. emissão do recibo de empréstimo
  7. emissão do recibo de devolução
  8. modelos de etiquetas personalizadas
  9. possibilidades de incluir também foto dos leitores e das capas dos livros
  10. opção de criar os seus próprios modelos de etiquetas e carteirinhas
  11. cadastrar seu próprio acervo de livros
  12. controle de empréstimos
  13. possibilidade de desfazer uma exclusão de um livro ou de um leitor.
  14. ferramentas no menu de opção de excluir todos os empréstimos realizados
  15. realiza backup de segurança.
  16. Fácil de usar e possui uma interface amigável.
  17. O programa é limitado, mas suas funções são excelentes
  18. possui relatórios d acervo
  19. tem controle de acesso por meio de senhas.
  20. a biblioteca fácil possui conteúdos consistentes

Com relação aos 2 (dois) programas restantes, considere que você trabalha numa empresa concorrente e precisa descaracterizá- los. Desta forma, para cada um deles:

  1. Escreva uma lista com 20 razões pela qual um cliente não deveria comprá-lo (uma frase para cada razão)  

 

BookDB

  1. Design pouco cuidado
  2. Falhas nas buscas na Internet
  3. Tradução ao português incompleta
  4. não tem controle para os pedidos de aquisição
  5. é direcionado para pequenas bibliotecas e sebos
  6. não é possível adicionar mais informações no cadastro de usuário
  7. tem suporte limitado inserções
  8. não possui lista de discussões
  9. não possui e-mail ou telefones disponíveis para contato, apenas um formulário
  10. layout é simples e não muito atrativo
  11. o site emite somente um tipo de relatório, falta de livros. Sem dados estatísticos.
  12. permite a impressão de uma nota de devolução ou a lista toda
  13. não é possível realizar atividades especificas, como número de empréstimo por usuário.
  14. é um programa que não possui versão online
  15. O software não possui ferramentas que permitam o acompanhamento e avaliação das atividades do ponto de vista gerencial
  16. Não há como cadastrar funcionários nem e-mail corporativo ou permissões de acesso
  17. O software não atende a questão de aquisição, permuta ou doações.
  18. Não há ferramentas para catalogação (como o Marc 21)
  19. O sistema não oferece nenhum tipo de serviço de referência
  20. não possui pedidos de reservas.

BiblioExpress 

1.Não  possui manual
2. Seu idioma somente em inglês
3. Menu simples
4. Layout nada atrativo
5. Difícil navegabilidade
6. Sem manual de utilização
7. Não possui segurança de dados
8. Não tem padronização de formato Marc e AACR
9. Sem filtros para pesquisa.

10.Não possui configuração
11.Dados desatualizados
12.Não disponibiliza informa coes sobre o acervo
13.Possui opções de novas telas, porem confusas.
14. Não gera carteirinhas e nem etiquetas
15. Não possui atratividade na cor do seu design

16. botões não funcionam bem.
17. Instalação complicada e difícil

18. Não possui histórico

19. Não contem ajuda

20. Fontes ruins

Referencias

SOUZA, NatÁlia Jussara Sette de. AVALIAÇÃO DE SOFTWARES LIVRES PARA BIBLIOTECAS. 2009. 47 f. Monografia (Especialização) – Curso de Biblioteconomia, Centro de CiÊncias Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009. Disponível em: <https://monografias.ufrn.br&gt;. Acesso em: 07 jun. 2016.

 

 

 

Grupo 1 – Rosane Pinho

Este post é referente à atividade do dia 01/05/2016.

Atividade 1

  • Como os Direitos Autorais e a Propriedade Intelectual na WEB impactam no planejamento de uma Unidade de Informação?

A informação com a INTERNET adquiriu uma noção ainda mais dinâmica integrada ao processo informativo, no qual uma multiplicidade de pessoas pode, ao mesmo tempo, compartilhar uma reciprocidade de posições, ora como emissores ou receptores, ora como produtores ou usuários da informação.

Contudo, pode-se admitir que, o objeto da tutela do direito de autor da base de dados previsto no inciso XIII, do artigo 7º, da Lei 9.610/98, possa existir, ainda que de forma muito restrita no que tange ao sistema ou critério de seleção do conteúdo.

 

  • Responda a esta questão apresentando exemplos de políticas que, na sua opinião, uma U.I. deveria implementar para lidar com estas questões

A política de segurança dentro de uma empresa é muito importante, para conscientizar os usuários tanto no uso dos Sistemas de Informação, quanto ao uso da Internet. Deve-se buscar a participação de todos os departamentos da empresa que fazem uso, de sistemas, e acessam a Internet, a uniformidade nos dois aspectos de segurança é muito interessante, pelo fato de a grande maioria, ser leiga em relação ao uso destas tecnologias.

Atividade 2

Biblivre é um aplicativo de fácil acesso, com ferramentas acessíveis para o manejo das funcionalidades de catalogar, cadastrar, imprimir etiquetas, controlar empréstimos, etc.

Consegui cadastrar meus dois filhos, marido e um livro de biblioterapia sem problemas. E realizar todas as tarefas que foram propostas no exercício..

PHL é um software que possui todas as funções básicas, porem de difícil navegação, não consegui fazer o empréstimo do livro para o usuário, percebi que algumas funções aparecem como se fossem códigos, onde dificultou a maneira de executar certas funções. Achei um aplicativo cansativo e chato de navegar.  Embora consegui fazer o cadastramento de obra, autor e fornecedor.

 

Atividade 3

Escolha uma das funcionalidades essenciais do software Biblivre ou do software PHL e mostre o fluxo interno de suas tarefas, através de um Diagrama de Atividades. Este diagrama deverá conter:

No mínimo 12 tarefas/atividades

  • No mínimo 1 ponto de controle
  • No mínimo 1 barra de sincronização
  • No mínimo 3 estados finais

 

1-entrar no Biblivre

2-digitar usuário e senha

3-ir no menu circulação

4-clicar de usuário

5-preencher dados

6- salvar

7- pesquisa avançada listrar todos

8- selecionar o usuário

10- abrir cadastro

10- clicar em impressão de carteirinhas

11- pesquisar leitor

12- selecionar leitor

13- pesquisar exemplar

14- emprestar

 

 casoDeUsoII

 

Referências: 

WACHOWICZ, Marcos. Direitos Autorais: e o Domínio Público da Informação. GEDAI, Paraná, v. 1, n. 1, p.1-23, 10 abr. 2014. Disponível em: <http://gedai.com.br/&gt;. Acesso em: 31 maio 2016

 

FLÁVIO, Alberto Martins Junior. Segurança: em Redes de Computadores. Docfoc, Piracicaba, v. 1, n. 1, p.1-16, 26 abr. 2016. Mensal. Disponível em: <https://translate.google.com.br&gt;. Acesso em: 31 maio 2016

Grupo 1 – Rosane Pinho

Atividade 1
Para cada uma das dimensões abaixo, identificar uma tarefa relacionada numa U.I. e dividi-la em, no mínimo, 10 sub tarefas sequenciais:

Software / Aplicações :Para editar um texto.
• Abrir um Novo documento
• Janela principal ir na barra de ferramentas, escolher fonte, tamanho e cor do texto.
• Definir estilo no Design da página
• Layout da página, escolher espaçamento entre linhas de um parágrafo, definição de margens, definição do tamanho do papel e recuo em parágrafos
• Referencias inserir sumario
• Revisão conferir a ortografia e a gramatica.
• Exibição ver leitura do documento, layout de impressão, dar zoom
• Gerar Documento em PDF e salvar numa pasta dentro de um diretório do computador

Hardware / Equipamentos: Digitalizar imagem
• Conectar a impressora ao computador;
• Clicar no botão “Iniciar” e de seguida, ir a “Dispositivos e Impressoras”;
• Localizar o dispositivo, para isso deverá clicar com o botão do lado direito do mouse por cima do ícone e selecionar a opção “Iniciar verificação”;
• Logo vai aparecer-lhe uma nova janela em que deverá selecionar o formato do arquivo (BMP, JPEG, PNG, TIF) que pretende e a resolução da imagem (300 DPI costuma ser o valor mais indicado para a impressão, uma vez que conseguirá ter mais qualidade);
• Clique no botão “Digitalizar” e aguarde até o processo estar concluído. Em seguida, clique no botão “Digitalizar” e “Importar” para salvar o arquivo de imagem;
• Normalmente, por padrão, as imagens são guardadas na pasta “Imagens”, na “Biblioteca”.

Dados / Armazenamento: Criar planilha no Excel
• No menu ”Iniciar” do computador, abra clique como o botão esquerdo do mouse no ícone ”Excel”.
• Direcione-se até o botão ”Formatar”, que está localizado na parte superior da página, na caixa de ferramentas. e nas opções que vão aparecer, selecione ”Célula”, para definir que tipo de planilha será criada.
• Pressione o botão ”Linhas”. Na caixa de diálogo que abrirá, digite o número de linhas que o seu documento terá, para confirmar, aperte ”Ok”. Feito isso, selecione ”Colunas” e determine quantas serão criadas, a largura, a altura e os ajustes que nelas poderão ser feitos.
• Clique em ”Planilha” e digite o nome do documento.
• Abra a opção ”Estilo” e escolha qual o tipo de fonte que será utilizada, a cor da letra, o espaçamento, entre outras coisas.
• Usando o mouse, coloque o cursor dentro da linha superior da primeira coluna do Excel e escreva a qualificação que precisa ter na sua planilha.
• Quando todos os dados forem digitados, direcione-se até ”Arquivos” e depois em ”Salvar como” e salve a planilha.

Recursos Humanos / Atores
Atividade do Arquivista no Arquivo
1. Selecionar documentos.
2. Registrar documentos.
3. Estabelecer o método de classificação adequado.
4. Ordenar documentos.
5. Arquivar documentos de acordo com o método adotado.
6. Conservar os documentos mantendo o arquivo organizado e atualizado.
7. Localizar documentos.
8. Controlar a saída de documentos do arquivo.
9. Transferir e descartar documentos.
10. Orientar e treinar usuários.

Atendimento / Interface com o Usuário: Atendimento via chat
1-Ao iniciar o atendimento, o usuário receberá uma mensagem de saudação do atendente na tela de atendimento do Chat, onde há várias informações disponíveis para o usuário
2-Na parte superior da tela ele visualizara a data e o horário de início do atendimento, como também, o tempo de duração em que o atendimento está sendo realizado.
3-Já através do ícone de impressora Operações disponíveis para o solicitante, o usuário poderá imprimir a conversa do chat.
4-As mensagens enviadas tanto pelo usuário, quanto pelo atendente, ficarão registradas na parte do meio da tela de atendimento do Chat. Neste registro irá conter a data e o horário que a mensagem foi enviada, juntamente com o nome do atendente ou do usuário final.
5-Na parte debaixo da tela de atendimento do Chat, no campo “Mensagem”, será o local onde o usuário, irá digitar as mensagens e através do botão “Enviar”, irá enviá-las ao atendente.
6-Já o botão “Fechar” deverá ser utilizado pelo usuário, quando se desejar encerrar o atendimento com o atendente e, ao clicar neste botão, será exibida uma mensagem solicitando a confirmação de encerramento do atendimento.
7-Os usuários finais poderão receber mensagens do atendente com alguns recursos, os quais possibilitam que o próprio usuário encontre soluções para sua solicitação.
8-Tais recursos, podem ser o envio de arquivos em diversos formatos, links de “URL” para acesso a determinados sites.
9-Quando o atendente enviar um arquivo para o usuário final, na tela de atendimento do Chat a mensagem irá conter o nome do arquivo com o formato em que está salvo e a possibilidade de fazer o download.
10-A outra possibilidade é quando o atendente enviar um link de “URL”, para que o usuário acesse algum site específico que vai auxiliar no seu atendimento.

 

Atividade 2

Escolha uma das tarefas produzidas na Atividade 1 e mostre o fluxo interno de suas
subtarefas por meio de um Diagrama de Atividades. Este diagrama deverá conter

diagramaAtividadesMoises

Referencias:
TELA de atendimento do QChat. Disponível em: . Acesso em: 25 maio 2016.

M como. Disponível em: . Acesso em: 25 maio 2016

Grupo 1 – Rosane Pinho

Atividade 1_Etapa 3 – Atividade do dia 04 de Maio de 2016.

Funcionalidades escolhidas:

  • Adquirir Obra
  • Cadastrar Obra no Acervo
  • Gerar Carteirinha Usuários
  • Gerenciar Relatórios Internos de Funcionamento
  • Catalogar Obra.

Propósito do teste medir efetividade e a satisfação do usuário quanto as funcionalidades do site.

Ambiente de realização do teste de usabilidade foi pelo site da Biblioteca Escola (fictícia). A avaliação será feita numa sala de ambiente físico com computadores individuais para cada usuário, onde terão acesso à internet.

Equipe interna envolvida

  • Usuários (estudantes de Biblioteconomia),
  • Um analista-programador,
  • Bibliotecário.Critérios e métricas de usabilidade
    Tamanho  da fonte e adequado Sim Não
    Rodapé segue os padrões da ABNT
    O layout é intuitivo?
    As funcionalidades de acessibilidade satisfazem o usuário?
    O sistema é integrado com outros dispositivos além do PC (Mobile, Tablets, etc)?
    Os links funcionam corretamente?
    O site é bem alimentado de informações (possui um acervo satisfatório)?
    Permite a visualização de texto de forma integral?
    O tempo de resposta é satisfatório?
    Possui a função de backup automático?

    Tarefas  para os usuários:

    • Cadastrar usuário,
    • Fazer buscas sobre obras,
    • Montar uma estante virtual,
    • Gerar relatórios,
    • Catalogar uma obra.

    Realização  do teste:

    O teste será realizado em uma sala/laboratório alocada na UFSC com alunos da biblioteconomia com qualquer nível de conhecimento de computadores. Para desempenhar as tarefas, serão criados logins de acesso que darão os privilégios necessários.
    O site já estará online e cada usuário deverá completar suas tarefas de forma individual. As instruções, que serão passadas por meio de slides em um projetor, são:

    Cadastrar  usuário,

    Para essa tarefa, o tester deverá acessar a área de cadastro de usuários e preencher com os dados do novo usuário de forma correta. Se obtiver sucesso, o sistema informará que o novo usuário foi adicionado com sucesso a base de dados, caso contrário o sistema avisará de um possível erro no preenchimento dos dados.

    Fazer buscas sobre obras,

    O aluno receberá uma pilha de 5 livros (que constam na base de dados do sistema) de diferentes autores e áreas. Ele deverá acessar a área de busca e preencher os campos da melhor forma possível.

    Catalogar uma obra.

    Para esta tarefa, o aluno utilizará a mesma pilha de livros. O aluno deverá cadastrar esses livros com o prefixo “[teste]”. Ele deverá acessar a área de catalogação e então preencher com os dados dos livros.

    Montar uma estante virtual,

    O aluno deverá planejar uma estante de biblioteca dentro do sistema. Para tal, na área de “montagem de estante”, ele deverá configurar o tamanho e espaço da estante e depois buscará livros (escolhas livres) para adicionar ao seu inventário. Após a seleção, ele deverá arrastar os ícones gráficos que representam os livros selecionados aos slots vazios da estante virtual. Ele poderá a qualquer momento retirar ou buscar e adicionar mais livros ao seu inventário. Ao finalizar a montagem, o sistema gera uma imagem da estante simulada.

    Gerar relatórios,

    Na geração de relatórios, o aluno receberá uma pergunta (relacionada a biblioteca) e deverá escolher uma das ferramentas de relatório disponível no site (de preferência a que melhor se adeque a suas necessidades) e então customizar de forma que retorne dados satisfatórios. O site oferece um acompanhamento de entrada e saída de obras, Inventário, acompanhamento de atividades de usuários, finanças e burocráticos.

    Avaliação:

    Cada usuário desempenharão as tarefas indicadas e na sequência responderão o questionário com suas experiências.  No próximo passo o analista-programador juntamente com o bibliotecário farão a análise dos dados obtidos e tomarão decisões de negócios (corrigir erros, melhoramento, retirar opções). Por fim, o analista-programador irá planejar a próxima etapa de melhoramento do site (organizar tarefas, codificar).

Grupo 1- Rosane Pinho

Atividade 1

Para o setor escolhido, defina:

Setor de Gestão de TI

5 atores

Gerente de dados

Administrador de redes

Programador

Analista de suporte

Bibliotecário

10 funcionalidades essenciais

  • Dimensionar requisitos e funcionalidade dos sistemas;
  • Desenvolver, testar e implantar sistemas;
  • Orientar áreas de apoio;
  • Elaborar manuais do sistema;
  • Elaborar especificação técnica;
  • Definir padrões de interface com cliente/usuário
  • Prestar consultoria técnica;
  • Avaliar novas tecnologias;
  • Elaborar relatórios técnicos
  • Emitir pareceres técnicos

Escreva um parágrafo explicando o cenário escolhido (setor + atores +funcionalidades)

Dentro de uma biblioteca pública possui o serviço de TI que visa satisfazer as necessidades e os objetivos dessa instituição, formado pelo:

Analista de suporte– que é o profissional responsável por atuar com análises e projetos de sistemas, levantamentos de requisitos e regras de negócio.

Gerente de dados é o profissional responsável por gerenciar, instalar, configurar, atualizar e monitorar um banco de dados ou sistemas de bancos de dados.

Administrador de redes tem como atribuição principal o gerenciamento da rede local, bem como dos recursos computacionais relacionados direta ou indiretamente.Instalação, configuração e manutenção dos sistemas operacionais e de serviços de infraestrutura de TI.

Programador que é o “desenvolvedor” de software.

Bibliotecário é um profissional liberal (bacharel, mestre ou doutor) que trata a informação e a torna acessível ao usuário final, independente do suporte informacional. O bibliotecário tem a responsabilidade de identificar a demanda de informação em diferentes contextos e levando em consideração a diversidade do público.

diagrama.png

 

 

casos_de_uso.png