Grupo 2 – Leandro Grosselli

Este post se refere à atividade para o dia 11 de maio.

Planeje um teste de usabilidade, que descreva:

O propósito do teste (o que se quer testar com relação às funcionalidades escolhidas?)

Verificar as funcionalidades no sistema Pergamum através de Métodos de Avaliação Empíricos aqueles nos quais se envolve usuários para a coleta de dados, que são posteriormente analisados pelo especialista para identificar os problemas da interface Em particular serão enfatizados os métodos de avaliação de interfaces feitos em ambientes controlados.

p_usabilidade2

Fonte: http://www.gruportk.com.br/index.php/usabilidade/teste-de-usabilidade/

A equipe interna envolvida

  • Projetista
  • Equipe de projeto
  • Pessoal de marketing e de documentação
  • Especialistas em avaliação de interfaces.

A configuração do ambiente de teste

tcnicas-de-avaliao-de-usabilidade-em-interfaces-digitais-26-638

Fonte: Técnicas de avaliação de usabilidade em interfaces digitais, Eduardo Rangel Brandão.

Laboratório com 2 salas, uma para a execução do teste e outra para observação do teste. As salas são separadas por um vidro espelhado, de forma que o participante não enxergue quem se encontra do outro lado do vidro, mas os observadores possam ver o participante e suas ações.

Equipada com um computador e espaço para o participante e um avaliador. A sala de observação costuma ter um monitor que replica o que está sendo visto no monitor do usuário, outro computador para anotações. Além disso, câmeras de vídeo e gravadores podem estar presentes em uma sala ou na outra.

Os usuários selecionados

Os usuários foram selecionados conforme o perfil solicitado para o teste, foram selecionados 5 Bibliotecários da Universidade Federal.

Critérios e métricas de usabilidade

  • De fácil de entendimento no conceito e a aplicação?
  • É fácil aprender a usar?
  • A interface se apresenta em língua portuguesa?
  • É fácil de operar e controlar?
  • Possui um programa de treinamento?
  • Possui documentação on-line?
  • Possui MARC internado para consulta?

Métricas

  • Tempo de execução da tarefa
  • Número de erros
  • Satisfação subjetiva

As funcionalidades escolhidas e como elas deverão ser executadas no sistema

Os participantes devem executar:

  • Controle e Consulta da Situação das Encomendas;
  • Controle e Consulta das Aquisições;
  • Geração e Impressão de Informações Sobre a Aquisição;
  • Contabilidade de Custos;
  • Realizar a Catalogação em Linha de Registros Locais;
  • Elaboração e impressão de bibliografias em formato de referência bibliográfica;
  • Geração de catálogo; verificar relatórios e estatísticas de: seleção, aquisição, circulação, autoridades, usuários, processamento técnico, recuperação da informação;
  • Controle e Consulta da Situação dos Documentos,
  • Controle de Empréstimo aos Usuários,
  • Controle da Devolução de Documentos,
  • Controle e Identificação dos Materiais Vencidos,
  • Controle de Multas e Contabilidade,
  • Geração e Impressão de Informações Referentes à Circulação.

As etapas detalhadas do teste

  1. Antes de iniciar o teste foi lido para os usuários os scripts de apresentação e explicação.
  2. Então iniciou-se à execução do teste propriamente dito.  Primeiramente, se apresenta o material escrito relativo às tarefas ao participante, pede-o para ler o material e verifica-se o entendimento do mesmo. O usuário então inicia a tarefa.  Enquanto o usuário executa a tarefa o(s) observador (es)  faz (em)  anotações  sem  interromper  ou  interferir com  a  concentração  do  usuário.
  3. Ao fim do teste o participante  preencheu o questionário.
  4. Coleta de dados pelos avaliadores

 

REFERÊNCIAS

CAFÉ, Lígia; SANTOS, Christophe dos; MACEDO, Flávia. Proposta de um método para escolha de software de automação de bibliotecas. Ciência da Informação, Brasília, v. 30, n. 2, p. 70-79, 2001.Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ci/v30n2/6213.pdf>. Acesso em: 7 maio 2016.

INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Questionário para avaliação de softwares. [Brasília], [200-?].

PRATES, Raquel Oliveira; BARBOSA, Simone Diniz Junqueira. Avaliação de Interfaces de Usuário–Conceitos e Métodos. In: Jornada de Atualização em Informática do Congresso da Sociedade Brasileira de Computação, Capítulo. 2003.Disponível em: <http://homepages.dcc.ufmg.br/~rprates/ge_vis/cap6_vfinal.pdf&gt;. Acesso em: 7 maio 2016.

 

 

Grupo 1 – Denian

Post referente à atividade do dia 04 de Maio – Denian de Melo Valente

As funcionalidades escolhidas:

  • Adquirir Obra
  • Cadastrar Obra no Acervo
  • Catalogar Obra
  • Gerar Carteirinha de Usuários
  • Emprestar Itens

O propósito do teste será testar os serviços de empréstimo de materiais da unidade de informação de uma instituição de ensino superior, a partir de sua aquisição, tratamento para circulação e a disponibilização nas estantes.
A equipe interna envolvida na aplicação do teste será formada por um bibliotecário do setor de aquisição, um bibliotecário do processamento técnico e um bibliotecário da circulação.
O ambiente de teste será uma sala com três computadores para os bibliotecários dos três setores da equipe interna que trabalharão para três etapas: tratamento da informação, pesquisa da obra no catálogo e a criação de carteirinhas de usuários e  empréstimos.
Os usuários selecionados serão alunos dos cursos da instituição.

Critérios e métricas de usabilidade (Pergamum)
                                                                                   Sim                                                   Não
Permite Instalação em mais de uma máquina?    
Permite acesso simultâneo aos usuários?    
Permite acesso via internet?    
Utiliza o formato MARC21?    
Permite a integração das funções da biblioteca?    
Permite a leitura de código de barras?    
Gera etiquetas com código de barras?    
Gera etiquetas para a lombada?    
Permite a realização de um cadastro de perfis de usuários?    
Possibilita a pesquisa sobre o status do documento?    
Permite a realização de empréstimo, renovação e reserva on-line?    
Possibilita a busca a partir dos resultados (refinamento de busca)?    
Possui uma interface de busca avançada?    
Possui uma interface de busca simples (busca em todos os campos)?    
Possibilita limpar o formulário para nova pesquisa?    
Apresenta falhas com frequência?    
Restaura o processamento a partir da falha?    
É fácil de entender o conceito da aplicação?    
É fácil de aprender a usar?    
Possui documentação (manuais)?    
O tempo de resposta é satisfatório?    

 

Execução das funcionalidades:

  • Adquirir Obra
    O bibliotecário deverá adquirir as obras a partir das bibliografias dos cursos e sugestões dos usuários, respeitando a política de desenvolvimento de coleções da unidade de informação.
  • Cadastrar Obra no Acervo
    A execução desta tarefa será feita com o suporte do software de automação.
  • Catalogar Obra
    Será feita pelos bibliotecários do processamento técnico no software Pergamum, preenchendo os campos do MARC21.
  • Gerar Carteirinha de Usuários
    O bibliotecário de atendimento coletará informações dos usuários, que deverão apresentar atestado de matrícula e documento com foto, para preenchimento dos dados no Pergamum.
  • Emprestar Itens
    O empréstimo de itens será feito através do Pergamum, onde o usuário irá digitar o número de matrícula para em seguida o bibliotecário ler o código de barras do item e, por fim, o usuário irá digitar sua senha de cadastro, validando seu empréstimo por quinze dias.

Etapas detalhadas do teste      

  • Integrar os computadores na mesma rede;
  • Adquirir Itens;
  • Processar os materiais tecnicamente no computador 1;
  • Efetuar a consulta no acervo no computador 2;
  • Registrar o tempo de recuperação do número de chamada;
  • Registrar o tempo de localização do material na estante;
  • Emprestar no computado 3;
  • Inserir matrícula do usuário;
  • Ler exemplar a ser emprestado;
  • Digitar senha de usuário;
  • Confirmar empréstimo;
  • Registrar satisfação do usuário com o atendimento da U.I.

Grupo 06- Ana Carolina Sanches.

Este post é referente a etapa 3- Atividade do dia 04 de maio de 2016.

O teste de usabilidade se dará  com participantes representativos que irão avaliar o grau que um produto se encontra em relação a critérios específicos de usabilidade (RUBIN, 1994).

A equipe interna envolvida (participantes) será um bibliotecário por formação, o avaliador,  o avaliador responsável pelo monitoramento e o usuário (externo). Como teste se dará em ambiente de biblioteca (pública) não existira um padrão de usuário. Haverá a utilização de uma sala e  câmeras que estarão instaladas para o registro dos eventos. O avaliador se sentará em uma cadeira ao lado dos participantes e utilizará uma prancheta com o formulário para coleta de dados  para anotar os detalhes do teste.

Uma vez que o questionário é validado por toda a equipe,  elabora-se um sistema de notação. Os critérios podem ser estabelecidos através de pesos sendo o coeficiente (1) Dispensável. este peso é atribuído a um critério que é considerado desnecessário para a biblioteca. O coeficiente (2) Importante. Este peso é atribuído a um critério que pode ser interessante para a biblioteca. O coeficiente (3) Indispensável. Este peso é atribuído a um critério imprescindível.

As funcionalidades escolhidas como Emprestar Itens Permitem a categorização do empréstimo, (por exemplo: empréstimo domiciliar, especial e empréstimo entre bibliotecas)?Permitem a definição automática de prazos e condições de empréstimo de acordo com perfil do usuário para cada tipo de documento?Permite a realização de empréstimo, renovação e reserva on-line?

As funcionalidades escolhidas como Catalogar Obra Permitem a construção de listas de autoridades? Permitem a consulta na lista de autoridades durante o cadastramento de um registro?

As funcionalidades escolhidas como Adquirir obra Permitem a inclusão de novos exemplares em um mesmo titulo? Permitem realizar o controle de datas de recebimento do material?

As funcionalidades escolhidas como Cadastrar obra no Acervo Contam um cadastro de entidades com as quais mantem intercambio de publicações? Gera etiquetas com códigos de barras?

As funcionalidades como Gerar Carteirinha de Usuário Possui um sistema de aplicação de multas? Permite a realização de um cadastro de perfis de usuário?

Através de um teste  de avaliação o mais comum, simples e direto dos testes, pode ser conduzido no início ou no meio do ciclo de desenvolvimento do produto, geralmente depois que o desenho fundamental ou organização do produto foi estabelecido. Seu propósito é expandir o que foi conseguido no teste de exploração avaliando a usabilidade em um nível baixo de operações e aspectos do produto.

Escolhidas as funcionalidades é necessário verificar o que se quer testar através de um questionário, depois define-se  a equipe envolvida e o ambiente a ser utilizado, em seguida os critérios e o tipo de teste, por fim é feito o relatório.

 

 

 

Referências:

FERREIRA, Katia Gomes. Teste de Usabilidade. Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Ciência da Computação. Especialização em Informática: Ênfase : Engenharia de software. 2002. Disponível em: <Teste de Usabilidade – iMasters>. Acesso em: 08 de ma. 2016.

RUBIN, Jeffrey. Handbook of Usability Testing: How to Plan, Design and Conduct Effective Tests. New York: John Wiley & Sons, Inc., 1994. 330 p.

 

 

 

 

Grupo 2 – Nara

Este post se refere à atividade para o dia 11 de maio

Planejamento de

Testes de Usabilidade

  Software Escolhido para o Teste e Ambiente Sugerido

  • Biblioteca Universitária;
  • Análise do Sotware PERGAMUM.

         Propósito do Teste

  • Compreender o comportamento informacional dos usuários das unidades de informação, aplicando as funcionalidades sugeridas;
  • Avaliar a usabilidade do software PERGAMUM;
  • Conhecer as facilidades e dificuldades de utilização do sistema pelos usuários.

     Equipe Interna Envolvida

  • Bibliotecários;
  • Auxiliar Bibliotecário;
  • Aluno de Graduação;
  • Professor;
  • Técnico em TI.

      A configuração do ambiente de teste

  • Em uma Biblioteca Universitária, Aluno sobre o teste sendo filmado;
  • Técnico em TI observando fazendo o relatório e avaliando o aluno;

Em outra sala usou-se uma câmera que filmava tudo para avaliação final com a presença de Bibliotecários, Professor e Auxiliar Bibliotecário fazendo a avaliação.

  As funcionalidades escolhidas e como elas deverão ser executadas no sistema

  • Emprestar Itens – Aluno Universitário faz uma pesquisa ao catálogo on-line do Pergamum, diretamente ao registro da obra, solicitando à reserva que ficará disponível ao usuário até 24 horas no balcão de empréstimos, sendo cancelada se o usuário não comparecer até o prazo determinado pela biblioteca. Atendimento satisfatório, devido à rapidez por manter o histórico de cada usuário e efetiva gerência dos recursos e processos.
  • Adquirir Obra – O Sistema permite a utilização de um catálogo eletrônico com serviços de pesquisa rápida tanto por palavras ou termos, com acesso por consulta, usando pesquisa índice ou pesquisa básica, usando filtros se necessário, abrindo cadastro de exemplar, requisitar a obra e fazer a reserva.
  • Cadastrar Obra no Acervo – Cadastrar dados, atualizar, possibilitando fazer importação e exportações de dados, dependendo do tipo de banco de dados que a instituição vai utilizar para melhor recuperar a informação.
  • Gerar Carteirinha de Usuários – Somente com cadastro e senha atualizados, pelo sistema da Instituição.
  • Catalogar Obra – Acessar catalogação/cadastro de planilha, clicar em informações iniciais, selecionar o tipo de obra, digitar o termo ou classificação da obra, selecionar em unidade de informação e gravar. Não esquecendo, de preencher todos os campos solicitados pelo sistema, permitindo também fazer relatórios, consulta ao catálogo e a maioria dessas consultas pode ser feitas on-line, controlando aquisição e catalogação.

     Critérios e métricas de usabilidade

  • A pesquisa rápida – Possibilita o aceso direto pesquisa por materiais (multimeios, periódicos, teses, dissertações, monografias e etc.);
  • Pesquisa por Publicações Online disponibiliza o acesso às teses, dissertações e artigos online, fornecendo o acesso ao link destas publicações.

Conclusão

        Conclui-se que o Pergamum é eficiente em sua pesquisa rápida, mas havendo problemas com itens como ajuda que não apresenta uma forma mais clara para auxiliar o usuário que faz pouco uso de suas funções se torna confuso para achar respostas para a solução. A interface poderia ser melhorada disponibilizando uma orientação mais objetiva, facilitando o uso e eficácia na pesquisa.

Referências: http://portal.bu.ufsc.br/emprestimo-domiciliar/ acesso em 08.maio.2016.

http://portal.bu.ufsc.br/conheca-a-bu/administrativo/normas-gerais/#prazos acesso em 08.maio.2016.

http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/pdf/manual_pergamum.pdf acesso em 08.maio.2016.

http://www.ndc.uff.br/sites/default/files/arquivos/Manual_de_Catalogaoatual3_0.pdf acesso em 08. maio.2016.

 

Grupo 3 – Luana

Este post refere-se a atividade do dia 04/05/2016.

 

As funcionalidades escolhidas foram:

  • Adquirir obra;
  • Cadastrar obra no acervo;
  • Catalogar obra;
  • Gerar carteirinha de usuários;
  • Emprestar itens.

Propósito do teste: O propósito desse teste é testar a funcionalidade, a operacionalidade, a interação do usuário (que seria o bibliotecário do sistema), adequação e a apreensibilidade (capacidade de aprender a usar o sistema).

A equipe interna envolvida: Para que esse teste venha ser realizado vamos precisar de uma equipe interna, essa equipe será composta por:

1 bibliotecário (usuário);

1 anotador;

1moderador;

Clientes (nesse caso são dois).

A configuração do ambiente de teste: Para a configuração desse ambiente vamos precisar de:

2 salas;

2 computadores;

2 mesas;

5 cadeiras;

1 microfone,

1 câmera.

layout_sul

Os usuários selecionados: Os usuários escolhidos para esse teste será um de cada setor:

Bibliotecário (Setor de processamento técnico);

Bibliotecário (Setor de referência).

 

Critérios e métricas de usabilidade:

tabela

As funcionalidades escolhidas (modo de execução):

 1-Emprestar Itens

Tarefa: Emprestar 5 livros em sequência;

Tempo: aproximadamente 3 minutos para a conclusão.

2- Adquirir Obra

Tarefa: aquisição de 3 livros e 4 periódicos;

Tempo: aproximadamente 8 minutos para a conclusão.

3- Cadastrar Obra no Acervo

Tarefa: cadastrar 4 livros e 3 revistas já adquiridos;

Tempo: aproximadamente 12 minutos para a conclusão de cada obra.

4- Gerar Carteirinha Usuários

Tarefa: cadastrar o usuário no sistema e gerar carteirinha;

Tempo: aproximadamente 7 minutos para a conclusão.

5- Catalogar Obra

Tarefa: catalogar 6 livros e 3 revistas;

Tempo: aproximadamente 6 minutos para a conclusão de cada obra.

 

As etapas detalhadas do teste:

Primeiro passo: Receber o usuário e posicioná-lo em frente ao seu computador;

Segundo passo: Entregar o material necessário, explicar como será feito o teste e responder as dúvidas;

Terceiro passo: Ao iniciar o teste o usuário dispara o cronômetro;

Quarto Passo: Acompanhar o teste e fazendo anotações e avaliando o desempenho do usuário de acordo com os critérios e métricas;

Quinto passo: Ao encerrar o teste o usuário para o cronômetro;

Sexto passo: Agradecer o usuário e dispensá-lo;

Sétimo passo: Para finalizar o Moderador e o Anotador podem  trocar informações à respeito do teste e juntos chegarem a uma conclusão sobre o teste realizado.

REFERÊNCIA:

Disponível em: <http://corais.org/sites/default/files/imagecache/imageboard_preview/layout_sul.png> acesso em: 10/mai, 23:00 horas.

Grupo 4 – Izabel

Este post se refere à atividade para o dia 11 de maio.

Planejamento de testes de usabilidade

Izabel
Fonte: (NOLDUS, 2006).

Propósito do teste: Analisar a interação dos bibliotecários com o sistema, para que se possa facilitar e otimizar os serviços de seleção e aquisição, processamento técnico e de circulação; visando detectar possíveis erros e inconsistências.

Equipe interna envolvida:

  • Moderador;
  • Participante;
  • 3 observadores (designer, desenvolvedor do software e responsável administrativo da Biblioteca).

Ambiente de teste: Constituído por duas salas, a sala de teste onde ficará o participante junto com o moderador. E a outra onde ficarão os três observadores, cada um com um notebook, e uma tela que transmite o que está ocorrendo na sala de teste.

Lab

Fonte: da Autora.

Usuários selecionados: Bibliotecários da Biblioteca Universitária Fictícia.

Critérios e métricas de usabilidade

Critérios

Sim

Não

Seleção e Aquisição

Controle Integrado do processo de seleção e aquisição
Integração dos dados de pré catalogação
Controle de fornecedores
Controles de editores
Identificação da modalidade de aquisição (doação, compra, permuta, depósito legal
Elaboração de lista de duplicatas
Controle da situação (status) do documento (encomendado, aguardando autorização, aguardando nota fiscal e etc.)
Controle do orçamento

Processamento Técnico

Compatibilidade dos campos AACR2
Consultas interativas (com remissivas) durante o cadastramento de um registro.
Possibilidade de duplicação de um registro para a inclusão de novas edições
Geração de etiquetas com código de barras
Atualização on-line

Circulação

Controle integrado do processo de empréstimo
Categorização de empréstimos (domiciliar, especial e empréstimos entre bibliotecas)
Cadastro de perfis de usuários
Definição automática de prazos e condições de empréstimo de acordo com o perfil do usuário
Emissão automático de e-mails  alertas
Aplicação de multas e suspensões com bloqueio automático de empréstimos
Possibilidade de pesquisar o status do documento
Realização de empréstimos, renovação e reserva on-line

Métricas

Satisfação do participante

Tempo de execução

Número de erros

Funcionalidades escolhidas e como elas deverão ser executadas no sistema

  • Cotar itens com fornecedor: O bibliotecário deve buscar as informações do fornecedor em questão para que possa contatar o mesmo.
  • Adquirir obra: Na opção de “Aquisição”, o bibliotecário deve solicitar os novos títulos com os fornecedores contatados e certificar que as obras sejam adquiridas.
  • Cadastrar obra no acervo: Na opção “Cadastrar Obra”, o participante deve preencher adequadamente os campos que devem ser compatíveis com a AACR2
  • Gerar carteirinha dos usuários: Ao cadastrar o usuário, o participante clica em Imprimir e a carteirinha é gerada numa impressora específica
  • Emprestar itens: O participante insere o número do código de barras do item e o cadastro e matrícula do usuário na opção “Solicitar Empréstimo”

Etapas detalhadas do teste

  1. O participante é recebido pelo moderador que explica como será o teste;
  2. Depois disso, o bibliotecário é dirigido ao laboratório, onde recebe as atividades para fazer;
  3. O moderador tira possíveis dúvidas antes do teste;
  4. Quando chega ao fim o teste, o participante deve responder a um questionário de satisfação;
  5. O controlador dá um brinde ao participante como agradecimento e dispensa-o;
  6. As informações são analisadas e transformadas em um relatório.

REFERÊNCIAS

CAFÉ, Ligia; SANTOS, Christophe dos; MACEDO, Flávia. Prposta de um método para escolha de software de automação de bibliotecas. Ci. Inf., Brasília, v. 30, n. 2, p. 70-79, maio/ago. 2001. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ci/v30n2/6213.pdf>. Acesso em: 6 maio 2016.

INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Questionário para avaliação de softwares. [Brasília], [200-?].

NOLDUS. Noldus Information Technology builds state-of-the-art user experience lab in Salzburg, Austria. [S.l.], 9 jun. c2006. Disponível em: <http://www.noldus.com/news/noldus-information-technology-builds-state-art-user-experience-lab-salzburg-austria>. Acesso em: 10 maio 2016.

Equipe 1 – Madeleine

Este post se refere à atividade para o dia 11 de maio.

Funcionalidades

  • Adquirir obra
  • Catalogar obra
  • Cadastrar obra do acervo
  • Emprestar itens
  • Gerar carteirinha usuários

Proposito do teste

Será aplicado um teste de verificação, com o proposito de mensurar a usabilidade das funcionalidades integradas em um software de automação de bibliotecas.

 Equipe interna envolvida

  •  Avaliador especializado em softwares de automação para bibliotecas
  •  Observadores bibliotecários e administradores da UI.

Configuração do ambiente de teste

Ambiente composto por duas salas. Um delas com o computador de teste e uma câmera focada no usuário.  A próxima sala, onde estará o avaliador e os observadores, é composta por um computador para monitoramento, que irá mostrar o que acontece na tela do computador de teste.

Usuários selecionados

  • Bibliotecários atuantes na aquisição, processamento técnico e atendimento ao usuário.

Critérios e métricas de usabilidade 

Aquisição Sim Não
Permite realizar o controle da situação (status) do documento (encomendado, aguardando autorização, aguardando nota fiscal, etc)?    
Permite identificação da modalidade de aquisição (doação, compra, permuta, depósito legal)?    
Permite realizar o controle de datas de recebimento do material adquirido?    
Permite realizar o controle de fornecedores?    
Processamento técnico (catalogação e cadastro da obra)           Sim Não
Controla o registro do material bibliográfico?    
Permite processamento de materiais especiais?    
    Obras raras    
    Periódicos    
Permite importação de dados de catálogos cooperativos on-line?    
Gera etiquetas com código de barras?    
Circulação (empréstimo e carteirinha de usuário) Sim Não
Permite a realização de um cadastro de perfis de usuários?    
Gera um código de barras para cada usuário?    
Possui um sistema de aplicação de multas?    
Possibilita a pesquisa sobre o status do documento (disponível, emprestado, em tratamento)?  

Funcionalidades escolhidas e como elas deverão ser executadas no sistema

  • Adquirir obra – o usuário deve-rá  cotar novos itens, na opção Novas aquisições.
  •  Catalogar obra – utilizar a opção Catalogação, inserir dados no MARC 21.
  •  Cadastrar obra do acervo – utilizar a opção Cadastro exemplar, inserir a quantidade de exemplares, a forma de aquisição, e cadastrar.
  •  Gerar carteirinha usuários – preencher as informações na  opção Cadastro,  e imprimir carteirinha.
  • Emprestar itens – Na opção Empréstimo, inserir o numero de cadastro do usuário, utilizar o leitor de código de barras, e emprestar a obra

Etapas detalhadas do teste

  • Elaboração do roteiro de teste
  • Três tipos de roteiros de teste, aplicado individualmente para o usuário e seu respectivo setor: Aquisição, Processamento Técnico e Circulação
  • Organização das salas
  • Orientar os usuários sobre o teste, as tarefas à serem desempenhadas
  • Posicionar o usuário e iniciar o teste
  • Monitoramento do tempo de cada tarefa, anotações e analises.
  • Encerramento do teste
  • Agradecer ao usuário e dispensá-lo
  • Posicionar o próximo usuário e iniciar o próximo teste

 

 REFERÊNCIAS

CAFE, Lígia; SANTOS, Christophe Dos  and  MACEDO, Flávia. Proposta de um método para escolha de software de automação de bibliotecas. Ci. Inf. [online]. 2001, vol.30, n.2, p.70-79. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ci/v30n2/6213.pdf>. Acesso em: 09 maio 2016.