Grupo 3 – Joselaine (Post Líder)

Projeto de Informatização – Etapa 2

Atividade 1

Tabela Comparativa de Usabilidade

TABELA USABILIDADE
Fonte: do autor.

Atividade 2

Sugestão de Melhorias

SEBRAE

MULTINOMAH

Andamento da Etapa 2 no Âmbito do Grupo

Segue abaixo no Link, os relatórios das Atividades da Etapa 2.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR OS RELATÓRIOS


 

Anúncios

Grupo 5 – Rocelle

Atividade referente ao dia 4 de maio 2ª etapa

qualidade

MODELAGEM DE SISTEMAS E SUBSISTEMAS

 

ATIVIDADE 1

Escolha um dos setores abaixo, considerando que os mesmos fazem parte de uma Unidade de Informação:

  1. Setor de Reservas de Auditórios e Laboratórios
  2. Setor de Limpeza do Espaço Físico
  3. Setor de Gestão de TI
  4. Setor de Aquisição
  5. Setor de Avaliação Interna da Qualidade (Setor Escolhido)

Atores

  • Bibliotecário
  • Usuário
  • Gestor
  • Técnico de Informática
  • Assistente de Estatística

10 funcionalidades essenciais

  1. Executar teste de usabilidade;
  2. Aplicando questionários;
  3. Avaliando feedback de acordo com o questionário aplicado;
  4. Fazer levantamento de questões emergenciais através do feedback;
  5. Fazer planejamento estratégico envolvendo toda equipe;
  6. Pesquisar ferramentas para aplicação da qualidade;
  7. Selecionar ferramentas de acordo com a necessidade e estrutura da U.I.;
  8. Treinar a equipe envolvida no planejamento;
  9. Implantar a ferramenta selecionada;
  10. Fazer o controle desse processo, avaliando sempre o sistema.

 

O cenário escolhido (setor + atores + funcionalidades)

 

O setor de avaliação interna de qualidade de uma U.I., conta com apoio de Bibliotecário, Usuário, Gestor, Técnico de Informática, Assistente de Estatística entre outros profissionais de apoio que auxiliarão no processo do serviço para avaliar a qualidade de um determinado software livre implantado na instituição com a finalidade de gerir o acervo, diminuir os gastos financeiros e o tempo de processamento do serviço, melhorando e aumentando o acesso à informação. O gestor é o principal responsável na execução e desempenho da equipe, em todo processo de avaliação das funcionalidades do software; o bibliotecário ficará responsável pelo processamento técnico do acervo; o técnico de informática pelo funcionamento do software e todo sistema tecnológico; o assistente de estatística será responsável pela confecção, envio e analise do questionário de feedback; sendo que toda equipe estará envolvida no processo de planejamento, implantação e controle do sistema, a fim de que as duas extremidades se comuniquem bem, fazendo com que o sistemas tenha ótima fluidez.

Represente o cenário escolhido sob a forma de sistema e de subsistemas

modelagem

 

 

DIAGRAMA DE CASO E USO

diagram uml

 

 

 

 

 

 

REFERÊNCIA

SEBRAE. Como elaborar um plano de negócios. 2013. Disponível em: <http://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal Sebrae/Anexos/COMO ELABORAR UM PLANO_baixa.pdf>. Acesso em: 01 maio 2016.

 

Grupo 3 – Vitória

Este post se refere às atividades para o dia 04 de maio.

MODELAGEM SISTEMAS E SUBSISTEMAS

Setor de Reservas de Auditórios e Laboratórios

Atores:

1- Usuário

2- Bibliotecário Chefe de Reservas

3- Secretária de Agendamento

4- Auxiliar de serviços de manutenção e limpeza

5- Técnico em Informática

Funcionalidades:

1- Oferecer o local com equipamentos em bom estado de uso.

2- Agendamento organizado.

3- Pontualidade na entrega do local para o usuário.

4- Oferecer ambiente limpo.

5- Disponibilizar encaixamento quando necessário.

6- Deixar o usuário informado pelo website.

7- Manutenção de limpeza.

8- Manutenção do local.

9- Atender as necessidades do usuário em questão de pedidos de equipamentos e objetos

necessários.

10- Atualização de software e resolver problemas em informática.

 

O setor de Reserva de Auditórios e Laboratórios pertence a uma Biblioteca Jurídica e está situada nas dependências da biblioteca, por esse motivo são os bibliotecários (Bibliotecário Chefe de Reservas, Secretária de Agendamento, Técnico em Informática) e os funcionários do setor (Limpeza e Manutenção) que realizam os serviços. Os usuários que são na maioria os assessores dos procuradores e os servidores e técnicos da instituição que utilizam o local para eventos, palestras, cursos e capacitações, conferencias e debates. Os usuários interessados entram em contato primeiramente com a gerencia de biblioteca, que realizada o cadastro de usuários que não o possuem e os encaminha para o setor de reserva (subsistema), o qual juntamente com a biblioteca (sistema) trabalhará independente dentro da instituição, no final do tramite é necessário a autorização da bibliotecária chefe da unidade. Esse setor é um órgão de apoio da instituição, vinculado a biblioteca, que conta com um bibliotecário chefe,  duas secretárias de agendamento, com 5 técnicos em informatica, locado com suas funcionalidades somente para o auditório e laboratórios bem como outros setores da biblioteca. Todos os citados anteriormente tem formação de bibliotecários com especialização nas funções desempenhadas, e conta  ainda com auxiliares de serviços de manutenção e limpeza próprios desse setor. Os seus serviços e funcionamento foi pensado dessa forma para melhor atender as necessidades da instituição, já que a biblioteca se destacou com a qualidade na prestação dos serviços, pois conta com profissionais muito bem qualificados e especializados na gestão de processos. Possuem um sistema de automação dos serviços de locação (Pergamum) integrado ao sistema da instituição, contribuindo para integração e acesso com a unidade.

Arquivo_000

diagrama

 Caso_usodiagrama_caso_uso

Grupo 01 – Silma

Grupo 01   – Silma Terra

Este post é referente a atividade do dia 4 de maio de 2016

O setor escolhido de uma Biblioteca Universitária é o  Setor de Aquisição.

Cinco atores do processo de aquisição de acervo:

  • Usuário
  • Bibliotecário Gestor
  • Fornecedor ( Distribuidora/Editoras)
  • Setor financeiro (Contas a Pagar/Empenho)
  • Transportadora

Funcionalidades essenciais

  • Disciplinar o processo de aquisição de novas obras (formulário)
  • Analisar sugestão do usuário
  • Selecionar as obras mais pertinentes
  • Encaminhar para o setor de compras
  • Orçar preços das obras solicitadas
  • Negociar com a distribuidora/editoras
  • Aprovar orçamento e liberar a compra
  • Providenciar pagamento através de empenho
  • Receber as obras adquiridas
  • Conferir as obras recebidas
  • Encaminhar a obra para processamento técnico
  • Prestar contas

O cenário escolhido dentro de uma Biblioteca Universitária é o Setor de Aquisição com acervo composto multidisciplinar em meio físico .

Dentro da Unidade de informação, no setor de aquisição, o bibliotecário responsável, disciplina  a forma de aquisição do acervo através de formulário online onde os usuários, alunos e professores,  indicam o livro para compra. Quinzenalmente é coletado as informações e analisados por este, se o livro sugerido já existe na biblioteca ou se faz necessário a aquisição, por compra, empréstimo, doação ou permuta. Verificando isso,  e sendo constatado a necessidade de compra, é realizado 03 orçamentos junto às distribuidoras e/ou editoras e com a posição do setor financeiro com os recursos disponíveis para a compra selecionam os fornecedores levando em conta o custo beneficio. Com orçamento aprovado, o pedido é realizado e empenhado pelo financeiro.  Com a entrega do material se faz a conferência com a nota fiscal e estando correto é aceito a mercadoria. Após conferência o material é direcionado para o processamento técnico para que possa ser incluída ao acervo e os documentos  relativos ao processo de compra, NF, Empenho, Orçamento são entregues ao setor financeiro para ser contabilizado e prestação de contas do material adquirido.

Abaixo o cenário escolhido sob a forma de sistemas e subsistemas:

Figura 1 – Modelo de sistemas e subsistemas

Modelo Sistemas-Subsistemas_04_05_2016

subsistemas

Fonte: a autora

Figura 02 – Diagrama de casos de uso modelado no Violet UML:

caso

Fonte: a autora

 

 

Grupo 1- Rosane Pinho

Atividade 1

Para o setor escolhido, defina:

Setor de Gestão de TI

5 atores

Gerente de dados

Administrador de redes

Programador

Analista de suporte

Bibliotecário

10 funcionalidades essenciais

  • Dimensionar requisitos e funcionalidade dos sistemas;
  • Desenvolver, testar e implantar sistemas;
  • Orientar áreas de apoio;
  • Elaborar manuais do sistema;
  • Elaborar especificação técnica;
  • Definir padrões de interface com cliente/usuário
  • Prestar consultoria técnica;
  • Avaliar novas tecnologias;
  • Elaborar relatórios técnicos
  • Emitir pareceres técnicos

Escreva um parágrafo explicando o cenário escolhido (setor + atores +funcionalidades)

Dentro de uma biblioteca pública possui o serviço de TI que visa satisfazer as necessidades e os objetivos dessa instituição, formado pelo:

Analista de suporte– que é o profissional responsável por atuar com análises e projetos de sistemas, levantamentos de requisitos e regras de negócio.

Gerente de dados é o profissional responsável por gerenciar, instalar, configurar, atualizar e monitorar um banco de dados ou sistemas de bancos de dados.

Administrador de redes tem como atribuição principal o gerenciamento da rede local, bem como dos recursos computacionais relacionados direta ou indiretamente.Instalação, configuração e manutenção dos sistemas operacionais e de serviços de infraestrutura de TI.

Programador que é o “desenvolvedor” de software.

Bibliotecário é um profissional liberal (bacharel, mestre ou doutor) que trata a informação e a torna acessível ao usuário final, independente do suporte informacional. O bibliotecário tem a responsabilidade de identificar a demanda de informação em diferentes contextos e levando em consideração a diversidade do público.

diagrama.png

 

 

casos_de_uso.png

 

Grupo 5- Etapa 2 – Maria Esilda Rosa

Atividade Referente a 05 05 2016.

O senário escolhido para essa Atividade foi o setor de Aquisição.

O setor de Aquisição tem uma  grande responsabilidade manter  o acervo atualizado  da organização  e atendendo as necessidades dos usuários.

Objetivo do setor Aquisição:

  • Suprir um fluxo seguro de produtos e serviços para atender as suas necessidades geral da comunidade.
  • Comprar eficiente e sabiamente, obtendo por meios éticos o melhor valor por centavo gasto.
  • Administrar o acervo para proporcionar o melhor serviço possível aos usuário.
  • Selecionar os melhores fornecedores do mercado.
  •  Ter um bom relacionamento com os fornecedores.

O setor é formado por:

Equipe

Atores:

  1. Bibliotecário
  2. Bibliotecário Gestor
  3. Bibliotecário de Tratamento
  4. Técnico Administrativo
  5. Auxiliar Bibliotecário
  6. Usuários.
  7. funcionalidades_navision

Funcionalidades dos Atores:quem faz o que? Será pela numeração que procede os Atores.

Pesquisar Necessidades Aquisição (5,6).

Pesquisar Preço (5)

Negociar com fornecedor (2)

Efetuar a compra (2)

Receber as obras ( 4)

Conferir  a entrega  (4)

Efetuar trocas (4)

Avaliar erros (2)

Disponibilizar obras (3)

Encaminhar setor tecnico (3)

46109352SISTEMAS_05-09-14

Sistemas Conforme Bertalanffy:  
Sistema é um conjunto de elementos dinâicamente relacionados entre si, formando uma atividade para atingir um objetivo, operando sobre entradas (informação, energia, matéria) e fornecendo saídas ( informação, energia, matéria) processadas.

Em outras palavras, sistema é um conjunto de elementos interdependentes, ou um todo organizado, ou partes que interagem formando um todo unitário e complexo. Como uma resultante do enfoque sistêmico, o todo deve ser mais que a soma das partes. No ambiente empresarial, esta resultante tem sido denominada de sinergia, que significa que a ação conjunta de diversos componentes sistêmicos ou entidades podem obter desempenho melhor do que aquele possível de se obter isoladamente. Em outras palavras, por mais que se estudem as partes para entender o todo, é necessário considerar as inter-relações e o contexto em que estão inseridas. Dessa maneira, as inter-relações existentes permitem que o todo seja maior que a soma isolada das partes, ou seja, no agregado encontramos características muitas vezes não encontradas nos componentes isolados. Fundamentalmente, o funcionamento de um sistema configura-se com um processamento de recursos (entradas do sistema), obtendo-se, com esse processamento, as saídas ou produtos do sistema (entradas, processamento, saídas).

Modelo Sistemas-Subsistemas

sistema e subsistema

No caso de uso foi distribuída as funcionalidade de cado ator, conforme segue:

O Auxiliar de biblioteca vai, pesquisar Necessidade  de aquisição, e pesquisar preço.

Bibliotecário Gestor, Negociar co fornecedor, efetuar compra, avaliar erros.

Bibliotecário tratamento, Disponibilizar obra, encaminhar setor tratamento, verificar estado da obra recebidas.

Técnico Administrativo, Receber a Obra, conferir entrega, efetuar a troca.

Bibliotecário gestor é do tipo  usuário e bibliotecário.

Bibliotecário tratamento é um tipo de bibliotecário.

Caso de Uso representado através da imagens Abaixo.caso de uso etapa 3

Referencias:

Conceito de sistema e enfoque sistêmico,  Tork, Edmundo, acessado em 29/04/16 http://www.ceap.br/artigos/ART16022009185014.pdf.

Nesse artigo que utilizei notei que  tem citações de Bertalanffy, cujo o qual o ator do artigo só citou e não referencia.

Referência: VON BERTALANFFY, Ludwig. Origens da Teoria de Sistemas: Conceito de Sistemas. Buffalo, Nova Iorque, Eua: Vale, 1950. 30 p.

Acessado 29/04/16 http://www.portaleducacao.com.br/administracao/artigos/65182/objetivos-do-departamento-de-compras.

 

 

 

 

 

 

 

Grupo 1 – Denian

Post referente à atividade do dia 04 de Maio.

ATIVIDADE 1
SETOR DE AQUISIÇÃO

ATORES
1 – Bibliotecário: aquisição de livros físicos;
2 – Bibliotecário: aquisição de mídias digitais/periódicos;
3 – Editoras nacionais parceiras da unidade de informação;
4 – Doadores;
5 – Alunos;
6 – Professores;
7 – Servidores;
8 – Transportadores.

FUNCIONALIDADES ESSENCIAIS
1 – Elaborar política de desenvolvimento de coleções;
2 – Gerar demanda;
3 – Receber pedidos de usuários;
4 – Analisar estatísticas de busca por títulos que não fazem parte do acervo;
5 – Verificar exemplares existentes no acervo;
6 – Fazer orçamentos;
7 – Pesquisar edições atualizadas
8 – Estudar a relevância da obra a ser adquirida;
9 – Conhecer o teor do assunto;
10 – Adquirir obra.

 

CENÁRIO FICTÍCIO DA UNIDADE DE INFORMAÇÃO
O cenário fictício defino é uma biblioteca universitária de uma instituição federal. Os atores desse setor são bibliotecários responsáveis por aquisição de livros físicos, digitais e assinaturas de bases de dados de periódicos científicos das áreas das ciências humanas, ciências tecnológicas, ciências naturais e exatas e ciências da saúde. Os profissionais recebem as demandas através de pedidos das coordenadorias dos cursos, juntamente com os professores que elaboram a bibliografia básica e complementar para os programas das disciplinas, além de sugestão de aquisição por parte da comunidade dos usuários (alunos, alunos de outras instituições, pessoas da comunidade, servidores etc.) que podem utilizar o formulário no portal da biblioteca.
A partir da demanda, os bibliotecários usam a política de desenvolvimento de coleções, que pré-estabelece os processos de avaliação de aquisição e demanda e seus critérios como auxílio na hora de aceitar doações ou adquirir materiais das editoras ou livrarias. Os critérios mais utilizados são: se consta no plano de ensino dos cursos, se a procura pelo título é frequente, se é relevante e atualizado. No caso de doações, a parte física e de conservação do material também é avaliada e, se o exemplar está danificado, roído por traças ou bastante riscado, perde o seu valor de interesse para a unidade de informação. Todavia, considera-se a relevância dos títulos fora de circulação no mercado e obras raras, que são submetidos ao setor de restauração. As informações sobre os títulos a serem doados são enviadas por um formulário.

MODELO DE SISTEMAS-SUBSISTEMAS
Sistemas e subsistemas

ATIVIDADE 2 – DIAGRAMA DE CASOS DE USO

Setor de aquisição - Diagrama de caso de uso