Grupo 3 – Lucas (Líder Etapa 1)

Etapa 1 do Projeto de Informatização

Ficou claro para os integrantes do Grupo 3 a importância das atividades propostas para que conseguíssemos assimilar o conteúdo e seu teor de forma integral, possibilitando-nos dar prosseguimento no Projeto de Informatização.

Abaixo, seguem os Relatórios das Atividades desenvolvidas de forma integral, relatando todas as etapas das Atividades relacionadas à Etapa 1.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR OS RELATÓRIOS

FOLHAS JUNTAS.png
A maior dificuldade enfrentada foi, sem dúvida, não termos conseguido nos reunir em todas as Atividades para debate e compartilhamento de idéias/informações, o que pode ter prejudicado ou provocado uma dissonância nas Postagens finais de cada elemento do Grupo.

Os aprendizados adquiridos foram as definições e compreensão dos processos, das estruturas e elementos de Sistemas de Informação atuando em Unidades de Informação fictícias, verificando suas funcionalidades e adotando os recursos necessários em variados ambientes informacionais. Além disso, o uso de novas ferramentas como o Software Violet, nos possibilitou fazer a diagramação de atividades e processos, facilitando a compreensão dos mesmos.

O principal aprendizado foi o que são Sistemas de Informação e como é o seu funcionamento.

O líder do Grupo (Lucas) desenvolveu grande parte dessa Etapa, incluindo a Confecção do Relatório de Atividade, no qual será adotado até a conclusão do Projeto de Informatização, e criou também o Grupo no Whatsapp para facilitar a comunicação dos integrantes. De forma genérica, todos contribuíram para que as Atividades fossem respondidas. A aluna Vitória trouxe alguns autores (CHAGAS, Magda Teixeira; GODOY VIEIRA, Angel Freddy) enquanto a integrante Joselaine trouxe outros autores (CORMIER, Patricia Marie Jeanne; ARAÚJO JÚNIOR, Rogério Henrique de; TARAPANOFF, Kira; SILVA, Patricia Regina Domingos). A integrante Luana trouxe alguns exemplos da área na qual ela trabalha (Arquivo). 

Essa Etapa do Projeto de Informatização foi considerada assimilada por todos os integrantes do grupo, não havendo restado dúvidas acerca do que foi proposto e estudado.

 

Anúncios

Grupo 01 – Silma Terra – Líder 1ª Etapa

Grupo 01 – Silma Terra – Líder da 1ª Etapa

Relatório do líder – Referente a 1ª etapa do projeto de Informatização das Unidades de Informação do Grupo 01

CIN 5018 – Informatização de Unidades de Informação, nos foi apresentada no primeiro dia de aula pelo Professor Moises,  de forma objetiva e que traz  métodos pré determinados que ainda não sabemos como definir, se  é de fácil execução por ter todos os passos muito bem definidos e limitados ou se não, exatamente por ser assim. Formamos um grupo de 5 pessoas, que recebeu a numeração 01 (um), eu,  Silma Borges Terra, Aline Brito, Denian Melo  e Madeleine Trindade Nunes;  Rosane Pinho, entrou no grupo uma semana após.  Foi criado um grupo no aplicativo Whatsapp para facilitar a troca de informações e somando-se à troca de emails a comunicação estava estabelecida.

Nesta primeira etapa, tivemos  03 ( três) atividades, com rigidez de prazo de entrega de poucas horas e após solicitação geral da turma, foi nos dado um prazo que  possibilitou uma melhor execução do que nos foi exigido.  O prazo do dia 30/03 foi transferido para o dia 06/04 e o desta data, transferido para o dia 13/04,  e assim sucessivamente, já que nossa disciplina é as quartas feiras, sempre com limite de horário às 12 horas. A primeira atividade  foi definir Sistemas de Informação e Unidade de Informação que foi realizado individualmente,  apenas o grupo conversou brevemente, mas essencialmente cada um seguiu o seu formato de trabalho, não acontecendo influência do outro. Sabedores  do limite de palavras exigidos, de 300 a 500 palavras, trabalhando o poder de síntese, todos postaram a atividade dentro do prazo.

Com o prazo estendido, as atividades se tornaram mais complexas, sendo os itens da segunda atividade Sistemas de Informação versus Unidade de Informação e Estrutura de Unidade Informação, de difícil compreensão e o grupo ainda estava dialogando muito pouco. Mais uma vez o trabalho foi executado  individualmente,

Já na  terceira atividade para ser entregue dia 13/04, o grupo conversou mais e trocou  informações, apesar do contratempo ocorrido.  Foi  agendado um encontro de todos os membros na  BU  – Biblioteca Universitária e o sistema de Internet da universidade estava fora do ar, o que não nos permitiu realizar nenhuma atividade, mesmo assim todos colaboraram para formar a lista de 60 recursos de software, hardware, dados  humanos, de atendimento e acessibilidade) no contexto de uma U.I.  Se utilizando da fértil imaginação e supostamente sem problemas financeiros os componentes do grupo criaram de forma fictícia uma unidade de informação e a realização de um diagrama de um caso de uso do cenário escolhido utilizando o programa Violet UML. Mais uma vez a atividade solicitada foi atendida dentro do prazo.

Nosso grupo é eclético e possuidor de grandes diferenças, o que é natural entre pessoas, mas estamos conseguindo superar estas diferenças e trabalhar o que é pedido dentro dos prazos estabelecidos. O que se espera é  que nas próximas atividades  haja uma maior interação entre todos.

 

Grupo 2 – Nara

Líder: 1º Etapa

Atividade desenvolvida e postada no dia 06 de abril

Tendo em vista cumprir a parte coletiva da atividade, o grupo fez primeiramente um brainstorming e depois um mapa-mental de um processo técnico elaborado pelo bibliotecário e que já tinha sido estudado anteriormente por todos em sala de aula, para que nessa atividade fosse possível responder as perguntas propostas pelo professor, buscando elaborar um modelo essencial ao planejamento para realização das atividades, chegando ao conceito e definição para elaboração da indexação como meio de inserir no contexto de sistemas de informação em uma unidade de informação, identificando e usando exemplos de elementos do sistema de informação em uma unidade de informação, criando supostamente um serviço de indexação por um bibliotecário em uma biblioteca, verificando a funcionalidade do processo, objetivando o seu fluxo com intuito de facilitar o gerenciamento do profissional bibliotecário, visando à satisfação, recuperação da informação e precisão ao atendimento prestado ao público que se destina a cada tipo de bibliotecas.

Nessa atividade o colega Emmanuel sugeriu de usarmos como processo a indexação que, logo foi aceita pelo restante do grupo, prosseguindo com anotações para o desenvolvimento do trabalho, sendo que as finalizações e montagem das atividades são individuais, respeitando o que foi decidido em grupo. O colega Leandro criou um grupo fechado no facebook para mantermos contato se houver dúvidas e sugestões futuras, com intuito de facilitar nossa comunicação e desenvolvimento ao longo das atividades.

Acredito que não houve maiores dificuldades com a atividade em questão, só saberemos após avaliação realizada pelo professor.

Atividade desenvolvida e entregue no dia 13 de abril

Através da proposição do professor foi proposto um termo de abrangência ás solicitações que deveriam ser desenvolvidas nas discussões, sobre a técnica, pensado em Unidades de Informação em uma Biblioteca Universitária, usando exemplos de recursos necessários para a biblioteca escolhida pelo grupo, objetivando as necessidades e do que seria desejável e essencial para o cenário e seus respectivos atores.

Acredito que não houve problemas, inicialmente, sem maiores dificuldades para o grupo, somente no final da atividade em que eu encontrei dificuldades com o diagrama, acho que pelo fato de eu não ter habilidades com desenhos, tentei, pesquisei em alguns artigos, finalizei, entregando a atividade no prazo. Percebo que este tipo de atividade prática, requer mais exercícios para poder me direcionar melhor com as tarefas, ao contrário do restante do grupo que mostrou uma melhor compreensão e pensamento lógico com as atividades produzidas.

Conclusão

    Pude perceber que o grupo desenvolveu bem as atividades, respeitando os objetivos propostos em sala de aula, tanto pelo professor como nas decisões tomadas em grupo, cada um elaborou individualmente seu trabalho. Com uma reflexão mais abrangente ao desenvolvimento do trabalho verifiquei a importância do conhecimento do processo de uma organização da informação com detalhes mais específicos, traçando um breve panorama das tecnologias utilizadas e desenvolvidas em bibliotecas, constituindo um grande apoio no aprendizado no processo, agregando valores para melhor atender o usuário como profissional bibliotecário.

 

Grupo 5 – Projeto de Informatização Etapa 01

Atividade referente ao Projeto de Informatização em Unidades de Informação – Etapa 01.

Apresentação do trabalho efetuado nesta primeira etapa do projeto pelo grupo 05.

ATIVIDADE – 01

Como o grupo define uma unidade de informação? Exemplifique

2014-01-29-arquivos-e-conceitos-c3b3rgc3a3os-de-documentac3a7c3a3o

Para o grupo ficou definido que “Unidade de Informação” é um termo criado pela escola francesa para atribuir uma designação das áreas de atuação dos profissionais da informação, abarcando então arquivos, bibliotecas, centros de documentação e museus, entre as unidades de informação mais reconhecidas.

São, geralmente, organizações sociais sem fins lucrativos, cuja característica como unidade de negócio é a prestação de serviços e difusora da informação, para os indivíduos e a sociedade, através de produtos impressos, prestação de serviços personalizados e de forma virtual, pela internet.

Unidades de Informação possuem a finalidade de adquiri, processar, armazenar e disseminar a informação. São instituições voltadas para aquisição, processamento e disseminação da informação. (IBICT,1989 apud TARAPAFONE et al,. 2000, p.92).

Existem diversos tipos de Unidades de Informação, tais como: arquivos, museus, bibliotecas, centros de documentação, centros de informação, centros de análise da informação, bancos de dados, bases de dados, Instituições Públicas e Privadas, Serviços ou Redes de Informação, entre outras.

Para o grupo, os serviços essenciais de uma Unidade de Informação (aqueles que se forem retirados descaracterizam a unidade de informação) são: 

  •  Prestação de serviços sem fins lucrativos para indivíduos e a sociedade
  • Aquisição da informação
  • Tratamento da informação
  • Organização da informação
  • Disseminar a informação

 

Como se estruturam sistemas de informação numa unidade de informação?

 

Em unidades de informação, um sistema de informação é estruturado da seguinte forma:

  • ENTRADA: captação e reunião de elementos que entram no sistema para serem processados.

 

  • PROCESSAMENTO: processos de transformação que convertem insumos em produto ou serviço.
  • SAÍDA: elementos produzidos por um processo de transformação, produtos e serviços de informação, informações gerenciais entre outros.

 

  • FEEDBACK: informação sobre desempenho.

 

  • CONTROLE: monitoramento e avaliação de feedback, comparação com as  metas e ação de reorientação.

 

  • RECURSOS HUMANOS: usuários finais e especialistas em sistemas de informação.

 

  • RECURSOS DE DADOS: bancos de dados e bases de dados.

 

  • RECURSOS DE SOFTWARE: programas e procedimentos.

 

  • RECURSOS DE HARDWARE: maquinas e mídia.

 

  • RECURSOS DE REDE: meios de comunicação e suporte de rede.

 

ATIVIDADE – 02

 

Síntese SI versus UI

 Identificar e dar exemplos elementos de Sistemas de Informação numa Unidade de Informação.

 

  • Usuário
  • Bibliotecário
  • Computador
  • Software Pergamum
  • Livro

 

De que forma estes elementos podem atuar em conjunto?

Os elementos podem atuar desde a entrada com a solicitação de um livro, tendo o auxilio do recurso de um computador feito pelo mecanismo de processamento de dados Pergamum e executado pelo profissional bibliotecário, que como saída terá o livro pronto para empréstimo, de acordo com a solicitação de entrada.

 

ESTRUTURA DE Sis

Considere que um SI foi aplicado a uma UI fictícia e identifique, neste contexto:

  • Unidade fictícia: BU

 

  • Entradas: solicitação do usuário.

 

  • Mecanismo de processamento de dados: busca efetuada pelo bibliotecário.

 

  • Saídas: usuário com documento

 

  • Objetivos do SI: dispor empréstimo

 

  • Ambiente: universidade.

 

  • Recursos: Recursos humanos: usuários finais e especialistas em SI; recursos de dados: bancos de dados e bases de conhecimento; recursos de rede: meios de comunicação e suporte de rede; recurso de hardware: maquinas e mídias; recursos de software: programas e procedimentos.

 

  • Há feedback? Se sim, em que casos? Sim, no serviço de referência, ou seja, no processo de busca.

 

  • Quem executa o controle? O bibliotecário.

 

ATIVIDADE – 03

 

RECURSOS DE Sis EM UIs.

46109352SISTEMAS_05-09-14

Exemplificar no mínimo 10 recursos para cada uma das dimensões abaixo, num contexto de uma unidade de informação:

 

RECURSOS DE SOFTWARE / APLICAÇÕES:

  1. Software Livre: Biblivre
  2. Gnuteca
  3. Emilda
  4. Openbiblio
  5. Lybrary a la carte
  6. Software Pago: Biblioteca Fácil
  7. Biblio Express
  8. Pergamum
  9. Sophia
  10. Bibliobase

 

RECURSO DE HARDWARE / APLICAÇÕES:

  1. Mouses
  2. Impressora
  3. Gabinete
  4. Teclados
  5. Disco Rígido
  6. HD externo
  7. Drive de CD/DVD
  8. Monitor
  9. USB
  10. Scanner

 

RECURSOS DE DADOS / ARMAZENAMENTO:

  1. Base de dados CAPES
  2. Banco de teses e dissertações
  3. HD externo
  4. Pen drive
  5. Nuvem
  6. Disquete
  7. Bancos de dados distribuídos
  8. Bancos de dados externos
  9. Bancos de dados orientado a objetos
  10. Banco de dados relacionais

 

RECURSOS HUMANOS / ATORES:

  1. Bibliotecário
  2. Bibliotecário Adjunto
  3. Bibliotecário Auxiliar
  4. Estagiário
  5. Especialista em SI
  6. Usuário
  7. Fornecedor
  8. Restaurador
  9. Segurança
  10. Serviços Gerais

 

RECURSO DE ATENDIMENTO/ INTERFACE COM USUÁRIO:

  1. Scanner Planetário
  2. Balcão de Atendimento
  3. QR Code
  4. Near Field Communication (NFC)
  5. Terminal de Consulta
  6. Computadores para consulta
  7. Tablets
  8. Sistema Pergamum para renovação online
  9. Chat online entre bibliotecário e usuário
  10. Games interativos que apresentem o funcionamento e os serviços da biblioteca, serviço de referência.

 

RECURSO DE ACESSIBILIDADE:

  1. Rampa de acesso para deficientes físicos
  2. Elevador
  3. Audiolivro
  4. Livros em Braille
  5. Serviço de transporte ao usuário impossibilitado de ter acesso à biblioteca
  6. Banheiro adaptado para deficientes físicos
  7. Piso Tátil
  8. Sinalização com faixas coloridas no piso indicando onde está localizada cada uma das áreas do conhecimento.
  9. Sistema de detecção eletromagnética
  10. Equipamentos de ampliadores de visão (para quem tem baixa visão)

 

FUNCIONALIDADES E ANÁLISE DE REQUISITOS

 

Definir um cenário dentro de uma Unidade de Informação fictícia que possua os recursos exemplificados na atividade 1.

CH-339_Biblio-Coimbra-IV_6989

A Unidade de Informação escolhida para definir o cenário proposto para esta atividade é uma Biblioteca Universitária, vinculada a uma Instituição Federal, que busca atender as necessidades de ensino e pesquisa de seus estudantes, professores, funcionários e a comunidade geral.

 

Fazer uma análise de requisitos para o cenário definido, indicando:

FUNCIONALIDADES ESSENCIAIS:

  1. Realizar Empréstimo
  2. Realizar Processamento Técnico
  3. Recuperar Informação
  4. Formar coleção
  5. Gerenciar Biblioteca
  6. Atender o Público

 

FUNCIONALIDADES DESEJÁVEIS:

  1. Contação de Histórias
  2. Curso de Informática
  3. Palestras para Comunidade
  4. Apresentação de peças teatrais
  5. Exposições Culturais
  6. Restauração de Livros

 

NECESSIDADES DE INFORMATIZAÇÃO:

Software para gerenciamento de bibliotecas.

 

DIAGRAMA DE CASO DE USO

 

Diagrama caso de uso - projeto etapa 01- grupo 05

 

O bibliotecário, juntamente com o bibliotecário adjunto, tem como responsabilidades realizarem tais funcionalidades: efetuar empréstimo, realizar o processamento técnico, recuperar informação, formar coleções e gerenciar a biblioteca. Quanto ao fornecedor, cabe disponibilizar o software Sophia caso este seja solicitado. Já o especialista  em SI terá a função de instalar o software Sophia. Por fim, cabe ao restaurador realizar a restauração das obras danificadas.

REFERÊNCIAS:

Disponivel em:<https://www.google.com.br/search?q=unidade+de+informa%C3%A7%C3%A3o+conceito&biw=1366&bih=643&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjj6PX6qpzMAhUMF5AKHQJwAk4Q_AUIBygC#imgrc=WTFBgZd8RD_K8M%3A&gt;. Acessado em: 19 de abr. 2016.

Disponivel em:<https://www.google.com.br/search?q=sistema+informa%C3%A7%C3%A3o+em+unidades+de+informa%C3%A7%C3%A3o&biw=1366&bih=643&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwig-Nz-xYrMAhXBiZAKHbJMDa8Q_AUIBygC&dpr=1#tbm=isch&q=sistema+informa%C3%A7%C3%A3o+&imgrc=7WxTmagBZRNy5M%3A&gt;&gt;. Acessado em: 12 de abr. 2016.

Disponivel em:<https://www.google.com.br/search?q=biblioteca+universit%C3%A1ria&biw=1366&bih=643&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwiMlLLT0IrMAhUCDJAKHVYdCvoQ_AUIBigB#imgdii=U0vtbI-xWk1q2M%3A%3BU0vtbI-xWk1q2M%3A%3BFhHgmzUTyRQLjM%3A&imgrc=U0vtbI-xWk1q2M%3A&gt;&gt;. Acessado em: 12 de abr. 2016.

Grupo 5 – Rocelle – Líder da 1ª Etapa

Relatório do líder – Referente a  1ª etapa do projeto de informatização das Unidades de Informação do grupo 5

Figura 1 – Trabalho em equipe

eguipe trabalho

Fonte: Basto, Charles, http://www.ticsnamatematica.com (2011)

 

Relatório das atividades desenvolvidas pelo grupo de trabalho da disciplina de Informatização em U.I. grupo de número 5, integrado por Alan, Jonara, Maria Esilda, Maristela e Rocelle. A relatoria do trabalho foi de responsabilidade da integrante Rocelle, sendo representante dessa primeira etapa.

Com base nos três trabalhos realizados nessa primeira etapa, serão apresentados:

  • os principais desafios enfrentados durante a execução do mesmo,
  • aquisição de conhecimento,
  • o que agregou ao grupo, 
  • melhoria a ser feita no grupo.

Nas três atividades discutidas em grupo acredita-se que o termo Sistemas de Informação foi o que mais trouxe certo desalinho ao grupo, que compreendia do que se tratavam Sistemas de Informação, porém, não conseguia visualizar o Sistema Informacional Computadorizado e o Sistema de uma organização que abrange pessoas. Com isso ficava trabalhoso relaciona-las e identificar seus elementos. Mesmo com esses contratempos o grupo percebeu a oportunidade em sala de aula, para se reunir e discutir sobre as atividades e dificuldades enfrentadas por todo, agregando conhecimento. Contatos também foram estabelecidos fora da sala por meio das redes sociais, por onde trocávamos informações e até mesmo o que tinha sido anotado pelo grupo em sala.

O que agregara ainda mais conhecimento ao grupo de forma clara e não como maior aprendizado, pois estamos em desenvolvimento ainda. Aprendemos com tudo isso a olhar as coisas ao em torno, como um sistema e seu conjunto de elementos de forma interativa entre si. 

As atividades foram desenvolvidas por todos em grupo e de forma individual como solicitado. Os trabalhos desenvolvidos por todos, os itens eram separados para que cada integrante respondesse uma questão, logo o grupo se reunia e discutia sobre a atividade que cada um foi responsável, e no caso de sobrar atividades todos colaboravam na resolução dessas. Quanto as duvidas e sugestões eram esclarecidas em sala pelo professor e colegas, as sugestões foram bem equilibradas pela equipe, no qual, cada um sugeria algo em certos momentos fazendo com que todos participassem.

Em questão do que melhorar, como foi citado, estamos em processo de aprendizagem para responder algo mais concreto. Mas acredito que o contato devido às atribulações do dia-a-dia, poderia ser um ponto a melhorar no grupo.

O trabalho em grupo foi a melhor forma de esclarecimentos de lacunas que tivemos e que seria mais difícil de esclarecer individualmente, sendo as mesmas dúvidas de todos. 

Figura 2 –  Importância do trabalho em equipe.

trabalho em equipe

Fonte: http://www.artedevender.com.br (2012)

Referência:

 BASTOS, Charles. O que é trabalho em equipe? 2011. Disponível em: <http://www.ticsnamatematica.com/2011/01/trabalho-equipe.html#author-info&gt;. Acesso em: 20 abr. 2016.

HUMANOS, Arte de Vender Talentos. A Importância do Trabalho em Equipe. Disponível em: <http://www.artedevender.com.br/2012/08/trabalho-em-equipe-maneira-mais-eficaz-para-atingir-resultados.html&gt;. Acesso em: 20 abr. 2016.

Grupo 4 – Líder Etapa 1 (Ariane)

Este post se refere à atividade líder para o dia 20 de abril.

As três atividades realizadas pelos cinco integrantes do grupo quatro, que foram estipuladas que a unidade de informação  seria a biblioteca, sendo o tipo qualquer dela, biblioteca tradicional, universitária, ou digital como eu e meus colegas obtemos. Posteriormente os membros passavam a trabalhar na postagem especificamente com algumas interações via Google Drive e Google Hangout, ambos criados pelo  Jackson, onde comparávamos respostas ou enviamos nossas resposta para serem analisadas.

O grupo encontrou certa dificuldade para trabalhar em um trabalho que é em grupo e ao mesmo tempo individual, ou seja hibrido, muitas vezes decorrente do excesso de nervosismos e ate mesmo de informação acabávamos nos distanciando ou nos aproximando demais na resposta dos outros. Nas duas primeiras postagens, a limitação do que ocorrido, foi a demora nas trocas de informações, devido o pouco tempo  que tínhamos para comparar nossas respostas em dois ou um dia antes da postagem, sendo assim ocorrendo pouca interação propriamente em grupo. Na terceira postagem o grupo teve mais interação comparando os dados e expondo suas ideais como grupo.

15200958-um-grupo-de-pessoas-coloridas-unir-forças-e-juntar-as-mãos-como-uma-equipe

Assim os integrantes tiveram que conceituar e lidar com a definição de Unidade de Informação (UI), os seus serviços essenciais e a estruturação de Sistemas de Informação (SI). Identificamos os elementos de sistemas de informação em UI e o relacionamento de ambos. Buscamos dez exemplos para cada um dos seis recursos. As atividades possibilitaram o grupo assim a compreender os assuntos tratados e até um pouco mais sobre os temas, na ultima atividade sobre os recursos e sobre o Violet UML descobrirmos o que era caso de uso e seus atores e como representar isso graficamente.

O grupo teve dificuldade de realizar as atividades na parte de atingir a média das palavras solicitadas pelo professor, entre 300 a 500 palavras pois era para ser sucintas as postagens mas tinham quantidade de palavras demasiadas ou poucas dependendo da pessoa e da questão.

Assim concluímos que Eu, Ariane participei das atividades e compartilhei minha opinião em todas atividades, que a Izabel teve dificuldades em postar as atividades devido ao fato de estar sem internet, mas sempre se manteve atenta e prestativa, que o Jackson tentou responder a todas as atividades propostas adequadamente e auxiliar na medida do possível a equipe. O Leonardo trouxe bons exemplos, principalmente no que se refere a atividade três, auxiliando no desenvolvimento da mesma, a Tatiane que executou as atividades, mediante as conversas e consensos do grupo na sala de aula, respondendo as atividades e sempre tentando colocar nas suas palavras as explicações.

Referencia:

123RF. [S.l. : s.n.], c2016. Disponível em: <http://us.123rf.com/450wm/jalcaraz/jalcaraz1208/jalcaraz120800006/15200958-um-grupo-de-pessoas-coloridas-unir-for%E7as-e-juntar-as-m%E3os-como-uma-equipe.jpg?ver=6&gt;. Acesso em: 19 abr. 2016.