Grupo 3 -Etapa Final (Post Líder)

Lucas Inácio de Souza | 13 de Jul. 2016 | Grupo 3

Segue a apresentação da Etapa Final do Projeto de Informatização de Unidade de Informação.

corel-pdf-fusion-icon-logo
VISUALIZAR NO FORMATO PDF
prezi
VISUALIZAR NO FORMATO PREZI

 

 

Anúncios

Floorplanner

floorplanner

O Floorplanner é um programa online para criar plantas baixas de casas apartamentos, restaurantes, entre outros. Também lhe permite mobilá-los com todo o tipo de acessórios.

A estrutura é desenhada em 2D, mas o Floorplanner oferece pré-visualizações em 3D, permitindo-lhe “visitar” as divisões. Primeiramente você deve desenhar as paredes, portas, janelas e pisos do edifício. 

6aab6626fc1d7b8519d472e631fb1c3b03709c9c

O Floorplanner cria desenhos à escala. Junto a cada uma das paredes estão indicadas as suas dimensões. O utilizador pode escolher a unidade de medida. Pode também acrescentar uma imagem de fundo.

A biblioteca dispõe de vários objetos para salas de estar, quartos de dormir, cozinhas, quartos de banho, jardins e escritórios.

Além da opção ajuda que contêm tutoriais, dicas e truques em vídeo (em inglês), também conta com o auxílio de um manual.

A versão grátis do Floorplanner possibilita-lhe desenhar um projeto. A versão plus permite-lhe desenhar até cinco plantas, sem o incomodo dos anúncios. E a versão Pro lhe dá a possibilidade de 15 projetos.

PREÇO

 

REFERÊNCIAS

FLOORPLANNER. Rotterdam, NL, c2016. Disponível em: <http://br.floorplanner.com/>. Acesso em: 23 jun. 2016.   

 

Grupo 6 – Ana Paula

Este post refere-se a atividade 3 da etapa 4 do dia 15/06/2016

Ferramentas-colaborativas-1

Fonte: http://www.luhguedes.com/ferramentas-de-colaboracao-para-melhorar-o-seu-conteudo/

Poderíamos integrar em uma Unidade de Informação, uma das ferramentas colaborativas mais utilizadas atualmente, as redes sociais, que se transformaram em um dos mais importantes canais de contato entre o público e a unidade de informação. Os principais objetivos das ferramentas colaborativas dentro de uma U.I. são os seguintes:

  • Rapidez de atualização de conhecimentos para os usuários;
  • Ampliação do diálogo e intercâmbio de informações úteis à U.I.;
  • Motivação dos usuários para conhecer ou continuar frequentando a U.I.;
  • Melhorias na satisfação dos usuários à partir da troca de experiência entre pessoas de diferentes localidades.

Vamos pegar o exemplo da Biblioteca Nacional, onde as ferramentas colaborativas, além de viabilizarem a divulgação de mensagens informativas sobre a BN para um público amplo, a presença desta no Facebook e no Twitter também funciona como canal de feedback, permitindo que os internautas façam perguntas e tirem suas dúvidas diretamente.

-biblioteca-nacional-

Fonte: https://www.bn.br/noticia/2015/07/biblioteca-nacional-alcanca-170-mil-seguidores-facebook

A FBN também se destaca no Twitter e no Blog, com mais de 92 mil seguidores, além das publicações regulares no site oficial que alcança milhares de leitores no Brasil e no exterior. A presença da FBN na internet é reforçada com a disponibilização de mais de 1,4 milhões de documentos, fotos, obras e mapas digitalizados e acessíveis na BNDigital.

Serviços inovadores para Unidades de Informação

INOVACAO

Fonte: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2016/03/qual-e-o-problema-das-redes-sociais.html

As ferramentas colaborativas, surgem como um ambiente em que a cooperação e a participação dos seus usuários são um fenômeno social, onde os seus participantes produzem e distribuem conteúdo com base em uma cultura de comunicação aberta. Baseando-se nesta premissa, escolhemos as Wikis para realizarmos os serviços inovadores na U.I., onde as Wikis são páginas da Web nas quais os próprios usuários constroem o conteúdo, sendo assim uma espécie de enciclopédia livre, em que qualquer pessoa pode publicar, modificar e melhorar seu conteúdo.

what-we-do-icon

Fonte: http://www.pcformat.com.br

O nome fictício seria WikiBiblio, a ferramenta estaria ligada diretamente à U.I., onde sua principal função seria o compartilhamento de referências de materiais encontrados na U.I. pelos próprios usuários, funcionando da seguinte forma:

  1. O usuário encontra o material que procura;
  2. Ele julga necessário compartilhar o que encontrou;
  3. Entra no sistema da U.I. que é vinculado ao WikiBiblio;
  4. Compartilha no WibiBiblio a referência do material;
  5. Coloca a imagem do documento para facilitar à outros usuários;
  6. O usuário que irá gerenciar os comentários da postagem.

A WikiBiblio seria uma ótima ferramenta para as bibliotecas em geral, e ainda mais utilizada no ambiente acadêmico, pois quando os usuários de uma sala de aula estão pesquisando sobre algum trabalho que precisam fazer, e um deles encontra o material que será necessário para a pesquisa, este pode compartilhá-lo no WikiBiblio, e assim facilitaria para os outros acadêmicos também à encontrar o que procuram.

Referências

FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL. Biblioteca Nacional alcança 170 mil seguidores no Facebook. Disponível em: <https://www.bn.br/noticia/2015/07/biblioteca-nacional-alcanca-170-mil-seguidores-facebook>. Acesso em: 20 jun. 2016.

ROSA, Raphael. Entenda o que são as ferramentas colaborativas e por que sua empresa precisa delas. Disponível em: <http://blog.algartelecom.com.br/inovacao/entenda-o-que-sao-as-ferramentas-colaborativas-e-por-que-sua-empresa-precisa-delas/>. Acesso em: 20 jun. 2016.

Grupo 3 – Vitória – Líder Etapa 4


Etapa 4 do Projeto de informatização

 

Serviços Inovadores em Portais WEB


Dois exemplos de serviços/funcionalidades inovadores em Portais na Web


Lorean (http://www.lorean.com.br/)


Conceito: O Lorean é um software de gerenciamento de casas noturnas e bares. Seu site é integrado com o Facebook, e conta com aplicativo para sistemas IOS e Android.

A justificativa de escolha desse site, é a multiplicidade de opções que o mesmo disponibiliza para gerenciamento de uma balada, casa noturna ou bar, e várias de suas funcionalidades podem ser adaptadas para uma Unidade de Informação.

Através de cadastro simples no Site, é possível inserir nome nas listas, controlar o pagamento da comanda (pré e pós-pago), comprar ingressos, fazer “Check-in”, agilidade para entrar e sair através da Biometria, e ainda conta com versão Mobile.

Adaptando para uma U.I. poderia ser utilizado os sistemas de pagamento de multas on-line, agilidade no empréstimo de livros através da Biometria, entre outras.

LOREAN


Museu Virtual de Brasília (http://www.museuvirtualbrasilia.org.br/PT/)


Conceito: No Museu Virtual de Brasília é possível visitar lugares importantes e pontos turísticos de Brasília, através de um Tour Virtual de 360º com interatividade do usuário.

A justificativa de escolha desse site, é a possibilidade do internauta conhecer o lugar sem a necessidade de visita física ao local. Não chega à ser algo inovador, pois algumas bibliotecas já fazem uso dessa tecnologia em seus sites, como por exemplo a Biblioteca da King’s College de Cambridge no Reino Unido.(http://www.kings.cam.ac.uk/library/virtual-tour/)

No Brasil porém, não é comum esse tipo de interação e visita 360º nos sites das Bibliotecas, portanto, seria interessante implementar essa funcionalidade em seu site.

MUSEU BRASÍLIACambridge


Avaliação dos Grupos da Disciplina


  • 10 Atividades individuais (Até 08 jun 2016);
  • 3 postagens de Líder do Grupo;

    1 critério quantitativo;
    Número de Postagens

    4 critérios quanti-quali (subjetivo);
    Criatividade
    Identidade Visual
    Síntese, Clareza e Objetividade
    Apresentação Oral

    Foi levado em consideração Postagens categorizadas (Grupo 1, Grupo 2, etc.). Postagens sem categoria NÃO entraram na contagem.

Grupo 1Grupo 1 - 2


Grupo 2Grupo 2 - 2


Grupo 4 Grupo 4 - 2


Grupo 5 Grupo 5 - 2

Grupo 6 Grupo 6 - 2


Considerações aos Grupos

De maneira geral, todos os grupos e indivíduos tiveram grande evolução nas Atividades e postagens no Blog da Disciplina.

A rotina e prática semanal de mexer nas ferramentas do WordPress, além da compreensão dos temas propostos, foram o viés que motivou grande parte dos alunos a realizar postagens mais sofisticadas, com mais recursos gráficos e visuais e obedecendo os padrões e regras pré-estabelecidas pelo professor.

Grupo 4 – Líder Etapa 4 (Tatiane)

Este post se refere à atividade líder para o dia 22 de junho.

Serviços Inovadores em Portais Web

Imagem 1 – StickieStory.

Stickiestock

Fonte: StickieStory (c2013).

No site, o usuário adquire uma obra infantil e pode inserir a foto da criança como rosto de um personagem. Possibilita também, imprimi-lá. É interessante porque ao colocar a criança na história, permite que ela se identifique mais facilmente com o personagem e, consequentemente, se interesse mais pela história. Esse interesse fará com que ela busque conhecer mais a história, leia mais.  

Este serviço poderia ser implementado em Unidades de informação, como bibliotecas escolares, cujo objetivo é formar novos leitores. Haveria um espaço no site voltado para isso. O usuário teria acesso ao serviço mediante o login e senha. O serviço seria gratuito, mas a impressão não.

Imagem 2 – Livralivro.

Livralivro

Fonte: Livralivro (c2016).

O outro é o LivraLivro, um site para troca de livros. Nele, o usuário elabora a lista de livros desejados e a de disponíveis para trocar. Há um sistema de pontos que mantém o negócio. Os pontos podem ser adquiridos por meio de pagamento ou pelo envio de livros. É interessante pois permite aos leitores, desfazerem de livros que já não querem mais e conseguir novos títulos de interesse, sem pagar caro por isso.

O serviço poderia ser implementado em um espaço no site e em redes sociais da Unidade de Informação, para que os usuários interessados se cadastrem, informando o livro desejado e o livro disponível. Ele poderia efetuar a troca na unidade, ou por meio do correio. 

Avaliação dos Grupos da Disciplina

As avaliações partiram dos seguintes critérios:

  • Criatividade;
  • Formatação;
  • Conteúdo Relevante;
  • Materiais adicionais;
  • Postagem.
 numero-imagen-animada-0195

Grupo 1

Grupo 2

numero-imagen-animada-0196
 numero-imagen-animada-0197

Grupo 3

Grupo 5 numero-imagen-animada-0199
 numero-imagen-animada-0200

Grupo 6

POSTAGENS EFETUADAS PELOS GRUPOS

Interação do Grupo

Imagem 3 – Grupo 4.

oie_transparent (1)

Fonte: Elaborado pela Autora.

Seguindo a interação ainda por meio do Hangouts e Google Drive, nesta etapa tentamos auxiliar uns aos outros na medida do possível. Eu, Tatiane, participei das atividades e compartilhei minha opinião em todas atividades. Ariane se manteve atenta e prestativa. A Izabel, apesar de problemas técnicos, se esforçou no desenvolvimento das atividades. Jackson auxiliou a equipe sempre que possível. O Leonardo apresentou sugestões, auxiliando no desenvolvimento da etapa.

REFERÊNCIAS

GIFSANIMADOS.ORG. Números: Imágene Animadas y Gifs. Disponível em: <http://www.gifsanimados.org/cat-numeros-712.htm?page=1>. Acesso em: 21 jun. 2016.

LIVRALIVRO. [S.l. : s.n.], c2016. Disponível em: <https://livralivro.com.br/como_funciona.html>. Acesso em: 22 jun. 2016.

STICKIESTORY. [S.l. : s.n.], c2013. Disponível em: <http://www.stickiestory.us/?lang=es>. Acesso em: 22 jun. 2016.

 

 

Grupo 5_Maristela couto rosa

 

 

Post refere-se Etapa 4 – Atividade 3

 

images (1).jpg

 

1. Como integrar ferramentas colaborativas em sistemas já existentes em unidades de informação?

Sistemas Colaborativos são ferramentas de software utilizadas em redes de computadores para facilitar a execução de trabalhos em grupos. Oferecer ao usuários formas de interação, facilitando o controle, a coordenação, a colaboração e a comunicação entre as partes envolvidas que compõem o grupo, ao mesmo local.

Na  unidade de informação estas ferramentas irão ajudar os usuários que estão em grupo ou um encontro em  locais  diferentes.

Facilitando controle, coordenação, a colaboração e a comunicação entre as partes envolvidas que compõem o grupo, tanto no mesmo local, como em locais geograficamente diferentes e que as formas de interação aconteçam tanto ao mesmo tempo ou em tempos diferentes.” (CAMARGO, KHOURI, GIAROLA, 2005).em uma unidade de informação estas ferramentas vai ajudar tanto em grupo  ou em  outros  locais que os usuários estejam.

Que tipo de serviços inovadores para unidades de informação podem ser gerados com este tipo de ferramenta?

 

Skype

Skype, é um software que possibilita comunicações de voz e vídeo via Internet, permitindo a chamada gratuita entre usuários em qualquer parte do mundo. Podendo ser utilizado como grupo ou individual para realizar videoconferências e também é um serviço online e rápido o que agiliza a troca de informações entre os usuários.

 

CRVYl.jpg

O Google Docs é um sistema em Cloud que permite, criar, editar, salvar, exportar e importar, documentos tais como, texto, apresentações, folhas de cálculo, formulários, desenho, e tabelas . Embora seja um sistema na nuvem. Facilita comunicação entre usuários em unidade de informação e também não tem o risco de perder o documento. E a facilidade deste sistema é que você pode convidar as pessoas para editar, ou seja, além de ágil, é seguro também.

 

 

 

download.jpg

BusyFlow,  é uma ferramenta permite que a equipe remota agrupe arquivos e aplicações de diferentes plataformas em um único ambiente digital. Entre as plataformas suportadas por ela estão o Google Docs, Dropbox e Pivotal.

Referência

Referência: NEGOCIO, Vivo Destino. Ferramenta colaborativa: conheça 4 opções para equipes remotas: empreendedorismo. 2015. Disponível em: <http://destinonegocio.com/br/gestao/ferramenta-colaborativa-conheca-4-opcoes-para-equipes-remotas/&gt;. Acesso em: 20 jun. 2016

BORDA, Gimar Luiz de. Sistema colaborativo. 20132. Disponível em: <http://docplayer.com.br/1087721-Sistemas-colaborativos.html&gt;. Acesso em: 20 jun. 2016.

DUTRA, Moisés Lima. Usabilidade. Florianópolis, 2016.

Grupo 3 – Vitória

Este post se refere à atividade 3 – Etapa 4 – do dia 15 de junho.

FERRAMENTAS COLABORATIVAS

G_fba869a08fac036
Fonte: ATA NEWS, 2015

As ferramentas colaborativas são softwares que auxiliam no desenvolvimento de tarefas realizadas por um grupo, o qual busca, por meio do trabalho coletivo, cumprir um projeto ou um objetivo em comum (PROFESSOR RICARDO, 2012). Estas ferramentas podem auxiliar muito em Unidades de Informação como forma de compartilhamento, um contato maior e mais dinâmico com o usuário,   e principalmente a disseminação da informação, está que é a principal função e papel da classe.

A biblioteca Jurídica é uma Unidade de Informação que pode ser pioneira em utilizar uma destas ferramentas colaborativas: o Fórum de discussões.

forum1
Fonte: RANDOL FOREGLY, 2013

 

(…) o fórum pode ser definido como um espaço de discussões em torno de temas propostos por seus participantes. Neste aspecto, o fórum parece ser o instrumento mais adequado para o aprofundamento reflexivo dos usuários do ambiente mencionado (OLIVEIRA, [20–]). Assim, o fórum pode se tornar um serviço inovador na biblioteca jurídica que utiliza o Sistema Pergamum, pois este não possui nenhum serviço de discussão, como diz Guilhen, Torino e Tavares (2013 p. 1) “O tema inovação não deve ser entendido como novidade e sim uma necessidade para as bibliotecas de instituições públicas (…)” sendo que o fórum não se trata de uma novidade, mas quando aplicada a uma realidade pouco aplicada se torna algo inovador.

forums-buttonEste Fórum servirá para discussões, dúvidas e compartilhamentos entre os usuários, as editoras e os bibliotecários, servindo como canal para opiniões, lincando também redes sociais e videos onde as editoras poderão estar apresentado as novidades da área jurídica

Deste modo a ideia seria  criar um novo ícone no Meu Pargamum para o Fórum, onde para participar desta  ferramenta é necessário que o usuário esteja cadastrado na Unidade de Informação. O usuário poderá entrar em fóruns, neste primeiro momento, com bibliotecário e editora, assistir videos de novidades e se conectar nas redes sociais da Instituição, a pagina proposta ficará como a representada na imagem a seguir:

FONTE: o autor.
FONTE: o autor.

REFERÊNCIAS:

FOREGLY, Randol. Ambiente de aprendizado e tutoria. Curso de Formação em EAD com Ênfase em Tutoria CEDERJ – Tutoria 2013. Disponível em: <http://randolforegly.blogspot.com.br/2013_06_01_archive.html> Acesso em: 22 jun. 2016.

NEWS, Ata. Fórum lança programa para desmistificar 25 crenças sobre redes sociais. 2015 Disponível em: <http://www.atanews.com.br/materias/3-noticias/3470-forum-lanca-programa-para-desmistificar-25-crencas-sobre-redes-sociais/> Acesso em: 22 jun. 2016.

OLIVEIRA, Gerson Pastre de. O fórum em um ambiente virtual de aprendizado colaborativo. [20–] Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/267714580_O_FORUM_EM_UM_AMBIENTE_VIRTUAL_DE_APRENDIZADO_COLABORATIVO&gt; Acesso em: 22 jun. 2016.

RICARDO, Professor. Ferramentas colaborativas. 2012. Disponível em: <http://rialez.blogspot.com.br/2012/03/ferramentas-colaborativas.html&gt; Acesso em: 22 jun. 2016.